Comentários

Ontem foi divulgado um extenso relatório pelo The Hollywood Reporter, que levou mais de um ano para ser concluído, revelando que Kevin Tsujihara , CEO da Warner, teria oferecido grandes papéis em filmes e séries para a atriz britânica Charlotte Kirk em troca de favores sexuais. O relatório traz à tona vários prints de mensagens trocadas entre Kirk e Tsujihara há seis anos, quando tudo teria ocorrido.

A Warner inclusive acionou um comitê interno para investigar o caso, que além do aparente comportamento impróprio de seu principal executivo também tem indícios de extorsão, uma vez que os advogados dele teriam tentado comprar o silêncio de Kirk.

Agora, Tujihara emitiu um comunicado oficial com um pedido de desculpas:

Queridos colegas,


Nesse momento, todos vocês viram os noticiários do início desta semana.


Lamento profundamente que tenha cometido erros na minha vida pessoal que causaram dor e constrangimento às pessoas que mais amo. Também lamento profundamente que essas ações pessoais tenham causado constrangimento à empresa e a todos vocês. Eu percebi há algum tempo que vocês estão certo em esperar mais de mim e eu preparei um curso para fazer melhor. Essa jornada continua.


Estou tão orgulhoso do grande trabalho que vocês fazem todos os dias. Juntos, construímos uma empresa que é o padrão de ouro em nossa indústria. A cultura da Warner Bros. é tão importante para o nosso sucesso quanto o nosso modelo de negócios. Precisamos continuar o trabalho duro que fizemos ao longo dos anos para criar um local de trabalho onde todos se sintam incluídos e ouvidos. Para esse fim, pedi ao RH para fazer acomodações adicionais caso alguém precise conversar.


Desde que a liderança da WarnerMedia tomou conhecimento dos detalhes que cercam essa situação há algum tempo, ela analisou cuidadosamente o assunto e lidou de maneira apropriada, inclusive contratando um escritório de advocacia terceirizado para conduzir uma série de consultas. Após essas notícias mais recentes, a empresa trabalhará novamente com um escritório de advocacia terceirizado para analisar a situação e eu cooperarei plenamente com essa investigação.


Por favor, não deixem meus erros se tornarem uma distração. É importante que todos permaneçamos focados em nosso trabalho – e parte disso é criar uma cultura e uma empresa das quais todos podemos nos orgulhar. Obrigado a todos por tudo que vocês fazem para que isso aconteça todos os dias.


Atenciosamente,


Kevin

Tsujihara deve ganhar o controle da Cartoon Network e do estúdio Warner Bros. na nova WarnerMedia, após a aquisição da Time Warner por 85,4 bilhões de dólares pela AT & T.



Comentários