Comentários

O embargo de Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa finalmente acabou, e começam a surgir na internet as críticas dos principais veículos sobre o novo filme da DC.

Confira algumas das principais:

Gamespot

Aves de Rapina é uma brincadeira alegre, violenta e inteligente pelas ruas de uma Gotham City que é diferente de tudo que já vimos no MCU, seja no passado ou no presente – e além disso, serve como uma inesperada ponte entre o antigo e o novo, pegando pedaços dos fantasmas de filmes que os fãs preferem esquecer e remixando-os em algo renovado que transborda com uma sensação de impulso para frente.


Comic Book

O próximo passo da DC no cinema mostra que a marca tem um arsenal de personagens tremendamente interessantes que devem ser explorados ainda mais, mas se concentram muito no sucesso de bilheteria garantido que é a Arlequina. O filme começa devagar e encontra seu ritmo no segundo ator, com o vilão de McGregor sendo um divertido destaque. Aves de Rapina é um bom filme, com um começo lento. É divertido e um ótimo ponto de partida para alguns novos personagens na telona.


CNET

A primeira aventura de Harley Quinn como protagonista está entre os melhores filmes o Universo Estendido DC até agora, e não precisava da sobra do Morcego pairando sobre ele mais do que precisava do Coringa. Quando Aves de Rapina chega ao seu espetacular final, Harley está bem e verdadeiramente emancipada.


Insider

Já era hora de temos um filme de super-heróis concentrado em várias mulheres duronas, e Aves de Rapina entrega mais do que isso. Não é um filme perfeito, nem é o melhor do DCEU, mas é imensamente agradável por causa de seus personagens. Se você já sobreviveu a um rompimento ruim, foi subestimada ou sentiu que os homens recebem os créditos por suas realizações, Aves de Rapina é um filme para você.


Entertainment Weekly

A mensagem pop-feminista precisa ser tão violenta e caricatural como é? Quase definitivamente não. Mas em um mundo enlouquecido, a catarse da irmandadade distorcida das Aves de Rapina não é apenas um pandemônio por si só; é na verdade algo muito fofo.


Variety

Aves de Rapina é o oitavo filme do Universo Estendido DC, bem como o primeiro a ser classificado com censura R, e depois do fenômeno autônomo de Coringa, é um filme de quadrinhos que não finge em momento nenhum, para lançar um feitiço de reverência poética. Mulher Maravilha e Capitã Marvel eram filmes de super-heroínas femininas que ofereciam o poder de uma fantasia sincera, enquanto Aves de Rapina oferece o poder da absoluta irresponsabilidade. As mulheres deste filme parecem mais más do que as heroínas anteriores porque, na maioria das vezes, elas simplesmente não dão a mínima. Com alguma sorte, tudo isso deve se traduzir em um grande sucesso.


The Hollywood Reporter

Apoiando-se mais em ação do que em risadas, o filme é amplamente apresentado nessa frente. Aqueles que esperam uma fusão de caos e humor no estilo Deadpool devem diminuir suas expectativas: Harley pode ser conhecida por sua imprevisibilidade, mas Aves de Rapina é basicamente um filme de ação, com todas as regras de um filme de ação.


Atom Tickets

Aves de Rapina proporciona um ótimo momento nos cinema, com lutas e coreografias criativas, ação maluca e um excelente elenco em torno de Margot Robbie, que arrebenta como Arlequina. Os pais estão avisados, no entanto: o filme tem uma classificação R, e como Deadpool, ele faz um bom uso disso, não só com palavrões mais também com bastante violência.

Aves de Rapina

‘Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa’ chega aos cinemas brasileiros em 6 de fevereiro, e o elenco conta com Margot Robbie como Arlequina, Mary Elizabeth Winstead como Caçadora, Jurnee Smollet-Bell como Canário Negro, Ella Jay Basco como Cassandra Cain, e Rosie Perez como Renee Montoya.

O grande vilão da trama será o Máscara Negra (Ewan McGregor), mas também teremos a participação de Victor Zsasz (Chris Messina). Cathy Yan, conhecida pelo premiado “Dead Pigs”, cuida da direção.



Comentários