Comentários
doctorstrange-scottderrickson-201528

Em entrevista ao IndieWire, Scott Derrickson, diretor de Doutor Estranho, conversou sobre seu novo filme e teve a oportunidade de falar sobre os novos conceitos e elementos que serão introduzidos na história, trazendo sua experiência com filmes de terror e misturando com o tom divertido e fantástico dos filmes da Marvel Studios.

“Sou um diretor da Marvel tão inconvencional quanto James Gunn (Guardiões da Galáxia) ou os Irmãos Russo (Capitão América: Guerra Civil, Vingadores: Guerra Infinita), mas, no meu caso, isso deu um enfoque mais positivo ao horror. algo um pouco mais interessante. Mas se você tirar o horror, o drama dos personagens ainda renderia um bom filme. E eu tentei fazer a mesma coisa nesta situação. Há um conjunto de elementos temáticos por trás deste filme envolvendo ideias dramáticas de uma forma que não pareça forçado.”

De acordo com o diretor, as motivações dos personagens e a forma como essas características específicas de cada um deles são trabalhadas durante o filme foram uma das maiores preocupações, e então, ele explica como decidiu o que apareceria na versão final e o que seria descartado.

“Eu entrei neste processo de mente aberta. Trauma e dor e sofrimento podem ser as únicas coisas possíveis que façam com que uma pessoa perca o controle de formas terríveis e gigantescas, forçando alguém a acreditar na vida de uma outra pessoa. Neste caso, Strange era muito feliz. Ele tinha tudo o que sempre quis: sucesso, dinheiro, charme. Mas ele não tinha amor e não conhecia seu significado mais profundo. Ele perde seu sonho americano e como resultado, segue esta jornada espiritual para recuperar o movimento de suas mãos. Mas o que ele acaba recebendo é o fato de ele se sentir melhor ajudando outras pessoas. Foi maravilhoso pensar nisso.”

Apesar de apresentar aspectos visuais bastante interessantes e fiéis aos quadrinhos, Doutor Estranho também acabou sendo fortemente influenciado por outros grandes clássicos do cinema. Derrickson comentou um pouco sobre isso também.

“Eu acreditava que ‘Inception’ era o topo do iceberg em relação a efeitos especiais. Mas esse filme foi lançado há uns 6 anos atrás, e eu amei a ideia de levar isso adiante. Me apoiei no trabalho de Christopher Nolan para produzir estas cenas, assim como ele se apoiou no trabalho feito em ‘007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade’ na cena da neve. Isso é o que nós, criadores de filmes, fazemos: elevamos as ideias uns dos outros.”

Doutor Estranho chega aos cinemas na semana que vem, no dia 3 de Novembro.



Comentários