Comentários

Em entrevista ao TheWrap, Shannon Lee não poupou críticas à participação de Bruce Lee em “Era Uma Vez em Hollywood“, novo filme de Quentin Tarantino.

A filha do astro declarou que ficou extremamente desconfortável com essa representação, apontando até mesmo racismo pela comunidade asiática.

“Eu compreendo que queriam fazer aquele personagem de Brad Pitt super legal, e quase que imbatível, mas não precisavam tratar meu pai da mesma forma que Hollywood fez enquanto ele estava vivo.”

Explicou.

“Foi muito desconfortável ficar sentada no cinema ouvindo as pessoas rindo do meu pai. Ele foi mostrado cheio de exageros, o que não é correto.”

Considerado maior artista marcial da história do cinema, Bruce Lee recusava tais desafios enquanto estava gravando seus filmes. De acordo com Shannon, ele nunca quis “se provar” em Hollywood.

O elenco formado é facilmente um dos mais pesados dos últimos anos, trazendo nomes como Margot Robbie, Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Al Pacino, Tim Roth e Damian Lewis.

Era Uma Vez em Hollywood” vai se passar em Los Angeles durante o verão de 1969, no auge da Era Hippie. Rick Dalton (DiCaprio) será um antigo astro de TV do faroeste, que se une ao seu dublê Cliff Booth (Brad Pitt) enquanto os dois, juntos, tentam reencontrar o seu espaço em Hollywood. O pano de fundo da narrativa serão os assassinatos de Charles Manson, já que Sharon Tate (Margot Robbie) é vizinha de Dalton.



Comentários