Comentários

Nos anos 90, Mike Mignola começou seu próprio universo, mas diferente dos quadrinhos que conhecemos, Hellboy não chega às bancas toda semana. Mignola sempre preferiu voltar a trabalhar com Hellboy para contar uma boa história com a quantidade de páginas que ele precisa para isso. Já tivemos histórias com oito páginas, minisséries de duas edições, seis ou até histórias mais longas. Nesses contos, vemos Hellboy confrontar um destino monstruoso que ele tenta rejeitar a todo custo. Algumas vezes, vemos um foco em diferentes pontos da mitologia que Mignola criou para seu universo, explorando sua sensibilidade única. Abaixo, vamos apontar as edições que você pode seguir para conhecer mais do personagem.

Antes de mais nada: Confira os pacotes NET Fone e fale ilimitado com todo o Brasil!


Hellboy – Edição Histórica Volume 1 – Sementes da Destruição

Quem assistiu o filme de Guillermo Del Toro, terá uma ideia do que encontrar aqui. Um feiticeiro misterioso, aliado com ocultistas nazistas (durante a segunda guerra mundial), conduz um ritual bizarro que materializa um demónio na terra – um pequeno bebê demônio com uma enome mão feita de pedra. Encontrado pelo exército americano, ele é chamado de Hellboy. Com o tempo, ele cresce e se torna um empregado federal com a missão de caçar demônios e criaturas sobrenaturais. O encontramos meio século depois e o vemos descobrir o seu tenebroso destino.

Além de um ótimo e interessante roteiro (e uma belíssima arte), a HQ conta com a participação do veterano John Byrne. Você pode comprar o título, clicando aqui.


Hellboy – Edição Histórica Volume 2 – O Despertar do Demônio

Apesar de ser o segundo volume, é aqui que vemos o verdadeiro Hellboy. Mignola cita o Drácula como uma inspiração para criar sua própria versão de um nobre morto-vivo, usando a história para criar uma lenda que fica bastante crível. Ele mantém seu fascínio por vilões, sombras e ciência, explorando mais e mais a verdadeira origem de Hellboy. Aqui, você conhecerá o verdadeiro nome do personagem.

O principal atrativo aqui é a forma como Mignola usa as ideias de Stoker para criar seu monstro. Vemos o desejo do autor em contar uma grande história. Você pode comprar o título, clicando aqui.


Hellboy – Edição Histórica Volume 3 – O Caixão Acorrentado

Este livro compila uma série de aventuras curtas, algumas delas são anteriores aos eventos de “O Despertar do Demônio”. Aliás, esta é uma coisa que você deve se acostumar ao ler Hellboy, Mignola gosta de dar grandes saltos temporais e te fazer descobrir coisas sobre o personagem. Nem sempre você terá histórias seguindo uma ordem cronológica.

Nestas histórias curtas é possível ver com mais clareza o amor de Mignola pelo folclore. Ele introduz pequenas histórias que geralmente trazem lendas famosas com pequenas alterações. A receita é simples: Nosso herói chega na cena e alguém explica o que está acontecendo, Hellboy acaba lutando contra o monstro e descobrindo toda a estranheza do caso até conseguir vencer. Ainda assim, cada história é impressionante à sua própria maneira.

Vale dizer que a história do título é uma sequência direta de “Sementes da Destruição”. Você vai gostar de saber o que temos aqui. Você pode comprar o título, clicando aqui.


Hellboy – Edição Histórica Volume 4 – A Mão Direita da Perdição

Mais uma compilação de histórias curtas, organizadas em uma ordem cronológica. As histórias começam no fim dos anos 40 até o começo do novo século. Quando Mignola desenha Hellboy como um jovem demônio, vemos um personagem menor e um pouco diferente daquilo que estamos acostumados. Um detalhe interessante, que mostra o cuidado que Mignola tem em suas escolhas artísticas.

A história do título possui 10 páginas e traz importantes informações sobre o maior mistério de Hellboy e enfatiza a importância da mão gigante de pedra. Entretanto, podemos dizer que o maior destaque da história está na história “Panquecas”. Leia, você vai adorar.  Você pode comprar o título, clicando aqui.


Hellboy – Edição Histórica Volume 5 – Máscaras e Monstros

Uma das coisas mais populares nos quadrinhos é a ideia de crossovers. Entretanto, Hellboy possui seu próprio universo, o que faz com que o autor precise cruzar seu mundo com o de outros personagens. Este volume contém duas histórias separadas: A primeira é um crossover de Batman, Hellboy e Starman e a segunda é um crossover entre Hellboy e Ghost.

Devo dizer que se você está seguindo a história principal, não deve se preocupar tanto em ler este volume. Entretanto, não deixa de ser um crossover divertido e interessante, principalmente para quem é fã do Morcego.

Você pode adquirir o título, clicando aqui.


Hellboy – Edição Histórica Volume 6 – O Verme Vencedor

Depois de apresentar duas histórias curtas, que apenas avançam a história de Hellboy e seu destino, O Verme Vencedor é um retorno aos dias atuais com personagens estranhos que possuíram um ou dois painéis em títulos anteriores. Só que agora, eles ganham papéis bem maiores. Mignola traz mortos vivos e fecha os primeiros 60 anos de Hellboy com chave de ouro.

De certa forma, este é o livro mais “poderoso” até aqui. Ele abraça o tema que ficou explícito no filme: “O que é ser humano? O que realmente faz alguém ser um monstro?” Neste livro, vemos que quase sempre o humano se mostra como monstro, enquanto o monstro revela sua humanidade.

A arte nunca foi melhor. Temos Mignola mostrando toda a sua habilidade narrativa. Um material realmente excelente. Você pode adquirir, clicando aqui. 


Hellboy – Edição Histórica Volume 7 – Paragens Exóticas

Este título consiste em duas histórias que seguem os eventos de “O Verme Vencedor”. Em “O Terceiro Desejo”, a busca pela verdade faz com que Hellboy vá para a África, onde ele acaba encontrando um monstro marinho que quer pará-lo. É interessante que Mignola menciona que criou este conto após o 11 de setembro, isto faz com que sua art eseja mais sombria, triste e com menos idiea de movimento. Mas a história é sensacional.

Seguindo a históira, vemos Hellboy encontrando a bruxa Hecate, que deseja que o herói complete seu destino e abrindo espaço para um painel verdadeiramente memorável. Hellboy ainda encontra o fantasma de uma vítima da inquisição, que possui conexão com os monstros que Hellboy está destinado a liberar, o encontro nos revela mais sobre o personagem.

Você pode encontrar o título, clicando aqui.


Hellboy – Edição Histórica Vol. 8 – A Feiticeira Troll

Depois de tanto progresso na história, este título pode deixar alguns impacientes: A Bruxa Troll traz momentos que antecederam “Sementes da Destruição”. Entretanto, a história e a arte estão magníficas, trazendo histórias que bebem de diferentes mitologias vindas de diferentes regiões (nórdicas, da região de Praga e da região da Malásia).

O artista Richard Corben traz uma arte excelente na história Makoma, uma recriação bizarra de um mito africano. É uma história bem esquisita e que causa um certo desconforto no leitor. Você pode encontrar o título, clicando aqui.


Hellboy – Edição Histórica Vol. 9 – Krampusnacht

Este é um título que foi originalmente lançado em 2017. Ele é um one-shot especial de inverno e ganhou o prêmio Eisner de melhor One-Shot em 2018. Este é o terceiro especial de inverno, ao contrário dos demais, este não é uma coleção de histórias curtas, mas um quadrinho com uma história fechada. Este título marca a estreia de Adam Hughes no Universo de Hellboy. A história se passa em 1975.

Compre o título, clicando aqui!


Hellboy – Edição Histórica Vol. 10

No décimo volume de Hellboy Edição Histórica, a Mythos Books atende a um pedido frequente dos leitores: o relançamento das fantásticas aventuras O Vigarista e A Capela de Moloch – publicadas pela primeira vez em 2009. Explorando o passado fascinante de seu genial personagem, Mike Mignola trabalha novamente com dois dos maiores artistas do ramo: Duncan Fegredo (Hellboy Edição Gigante) e o lendário Richard Corben (Hellboy: Makoma, Hellboy no México). Fegredo desfila todo o seu talento – e surpreende com uma belíssima técnica de nanquim aguado – em O Circo da Meia-Noite, enquanto Corben exibe sua habitual maestria na macabra trama de O Vigarista, a minissérie contemplada com o Prêmio Eisner, o “Oscar” dos quadrinhos, em 2009. A Capela de Moloch tem como grande destaque o próprio Mignola. Afinal, após três anos assinando apenas os roteiros, enfim o criador voltava a ilustrar os quadrinhos de sua maior criação. Como atração adicional, apresentamos mais uma história inédita no Brasil. Produzida originalmente para a Konami – a bilionária corporação japonesa de brinquedos, jogos eletrônicos e animes –, Aqueles que Desbravam o Oceano conta com o roteiro de Mike Mignola e Joshua Dysart (Rei Conan Volume 2, B.P.D.P. Origens: 1946-1947) e a rebuscada arte de Jason Shawn Alexander (Abe Sapien: O¬s Afogados).

Compre com desconto, clicando aqui!


Hellboy – O Clamor das Trevas

Chegamos em um ponto interessante da história, apesar deste título não avançar a missão geral de Hellboy, ela faz parte do seu desenvolvimento como personagem. O livro é cheio de press[agios e pressentimentos, Mignola consegue extrair o melhor das suas ideias para criar uma história interessante. O destaque aqui é a chegada de Ducan Fegredo, um artista brilhante. Sua arte é um ajuste tão perfeito ao personagem que você esquece que está vendo a arte de outra pessoa. Dificilmente Mignola poderia fazer uma escolha mais acertada do que esta.

Vale dizer que este título não precisa mais ser comprado separadamente, a nova edição da Mythos (“Hellboy Gigante”) compila essa e mais duas histórias que citaremos abaixo. Você pode encontrar o livro, clicando aqui.


Hellboy – Caçada Selvagem

Este livro marca uma nova direção que Mignola tem para seu personagem. Temos um Hellboy mais ativo, enquanto Mignola prepara o maior desafio da saga do personagem. Hellboy está de volta à Inglaterra, terra onde ele foi evocado para a Terra. Ele aceita participar da Caçada Selvagem em busca de rastrear e matar Gigantes, o que ele não sabe é que os Gigantes estão respondendo um chamado. Nimue, a sedutora de Merlin, foi ressuscitada e ela é apontada como a rainha das bruxas. Ao invés de voltar ao seu papel, ela começa a agir como uma deusa da guerra.

Vale dizer que a arte de Duncan Fegredo chegou ao seu ápice, capturando o escopo e o estilo de um típico quadrinho de Hellboy. A Caçada Selvagem é um título que mostra que Mignola não tem limites para sua criatividade. Conforme dissemos acima, este é mais um livro que é compilado por “Hellboy Gigante”,  Você pode encontrar o livro, clicando aqui.


Hellboy – A Noiva do Demônio e Outras Histórias

Este título não segue a ordem das histórias que citamos. É apenas a compilação de contos curtos que Mignola criou em colaboração com outros artistas. Entretanto, este é o Hellboy para quem quer conhecer mais do personagem. Vemos o herói andando pelo mundo, tendo encontros estranhos com criaturas esquisitas e apresentando o melhor deste formato.

As histórias são bem variadas e apresentam uma visão decente do universo de Hellboy. A história do México é engraçada e trágica. Cada conto adiciona muito para o mundo de Hellboy, caso você não tenha nada do personagem, este pode ser um ponto interessante para se começar e ter uma noção de como este universo funciona. Você pode encontrar o título, clicando aqui.


Hellboy no México

Assim como o título anterior, o encadernado reúne histórias com um tempo não específico. Hellboy perdeu um período da sua vida com muita bebida e brigas, este encadernado é como uma aventura de um herói bebâdo, uma forma intencional de trazer mais liberdade para o autor, sem precisar se amarrar aos eventos anteriores para criar boas histórias. Você pode adquirir o material, com desconto, clicando aqui.


Hellboy – Tormenta e Fúria

Continuando a história apresentada em “Caçada Selvagem”, Hellboy encara seu destino como potencial destruidor ou salvador do mundo. O suspense é palável, a tensão cresce a cada página. Enquanto o roteiro nos deixa empolgados, a arte é fabulosa, criando verdadeiras cenas de terror. 

Aqui temos a batalha mais excitante que Hellboy já teve de enfrentar, o material é cheio de pequenos momentos que fazem com que esta seja uma grande obra. O final é satisfatório, mas como qualquer outro bom final, ele te deixa com um gosto de “quero mais”. Este é o terceiro e último título compilado por “Hellboy Gigante”, Você pode encontrar o livro, clicando aqui.


Hellboy no Inferno Vol. 1 – O Descenso

Hellboy está literalmente no inferno. Entretanto, este volume não traz drama, ele funciona  mais como um espetáculo do que como uma história. Ainda assim, Hellboy é um personagem tão interessante que você ficará interessado em saber mais sobre o lugar de onde ele veio e sobre a sua “família”.

Este título possui uma das formas mais bizarras de representar o inferno e você irá descobrir isso sozinho. Diferente das outras sagas acima, esta pode ser vista como o começo de uma nova fase do personagem.  Você pode encontrar o título, clicando aqui.


Hellboy no Inferno – Vol. 2 – A Carta da Morte

Continuando a história iniciada no volume anterior, este é o fim dos títulos solo de Hellboy. Se você quer ler mais do personagem, precisará ler a série Hellboy e o B.P.R.D., onde poderá ver diferentes pontos da vida do personagem junto do grupo. Você pode comprar o título, clicando aqui!


Hellboy – Edição de Ouro: Contos Bizarros

Hellboy: Contos Bizarros foi uma série bimestral de oito edições da série de quadrinhos limitados de Hellboy que ofereceu uma variedade de escritores e artistas convidados a oportunidade de dar a sua própria visão sobre os personagens de Hellboy criados por Mike Mignola, enquanto ele estava em Praga trabalhando no primeiro filme de Hellboy. As edições foram publicadas bimestralmente alternando com uma série de one-shots da B.P.R.D.. Você pode adquirir o material, clicando aqui.


Hellboy – Estranhas Missões

Hellboy – Estranhas Missões é o primeiro livro de uma série de 4 antologias que coletam histórias curtas não cronológicas. Mike Mignola faz as ilustrações para o material. O primeiro já está lançado no Brasil. O material é excelente. Compre com desconto, clicando aqui!

 

.



Comentários