Comentários

Em entrevista ao Vanity Fair, os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely comentaram sobre a dificuldade de inserir Capitã Marvel na trama de “Vingadores: Ultimato“.

Vale lembrar que tudo foi feito antes do filme solo da heroína.

“Acredito que, primeiramente, esse não era o ponto do filme. O objetivo aqui era dizer adeus aos Vingadores originais. Foi uma situação parecida com Pantera Negra em Guerra Infinita, porque lá todos pensaram que ele também teria uma participação maior. Então, não parecia certo ter Capitã Marvel aparecendo e resolvendo todos os problemas.”

Explicou McFeely.

“Quando começamos, não tínhamos praticamente nada de Capitã Marvel, apenas Brie Larson. É muito difícil criar equilíbrio quando se trata de uma personagem tão poderosa. Decidimos então colocar uma situação que não fosse apenas uma breve aparição, e ao mesmo tempo não fosse algo integral para a trama.”

Concluiu Markus.

O grave curso de eventos gerados quando Thanos eliminou metade do universo e fraturou as fileiras dos Vingadores leva os heróis restantes a tentarem um último movimento na grande conclusão da Marvel Studios de vinte e dois filmes.

Vingadores: Ultimato concluiu a Saga do Infinito na Marvel com chave de ouro, tendo se tornado a maior bilheteria mundial de todos os tempos.



Comentários