Comentários

Dentro do ramo televisivo norte-americano, a HBO certamente é uma das maiores produtoras, seguindo padrões mais específicos de conteúdo com programas mais elaborados e inusuais em geral – mas isto pode estar perto de mudar. De acordo com o jornal The New York Times, a AT&T pretende realizar algumas mudanças na rede, já que não a considera lucrativa o bastante para se manter sozinha por muito mais tempo.

A ideia é investir é investir em um maior número de programas e em conteúdo mais diversificado, de modo que a programação fique mais recheada de atrativos para o grande público, tornando o canal mais tradicional quando comparado a outras redes da TV fechada norte-americana. Executivo da AT&T, John T. Stankey argumenta que as pessoas atualmente sintonizam na HBO apenas semanalmente para assistir às suas séries prediletas em particular, o que precisa mudar.

“Por que mais horas de engajamento são importantes? Porque assim recebemos mais informações sobre os consumidores, nos permitindo monetizar diferentes tipos de propagandas bem como assinaturas, algo muito importante no mundo de hoje.”

Comentou.

Também há interesse em uma maior ênfase no ramo do streaming, já que a cada dia fica mais complicado competir com a Netflix – que simplesmente não detém nenhuma grade de programação e, portanto, é um serviço mais versátil. A rede já conta com o HBO GO, que disponibiliza seus seriados e longas-metragens exibidos, mas a AT&T insiste que sua base de assinantes ainda não é suficiente.

Ainda não se sabe quando estas mudanças serão praticadas. No entanto, com a compra da Time Warner pela AT&T já devidamente regularizada, elas não devem demorar para acontecer.



Comentários