Comentários

A atriz Carrie Fisher tinha cocaína e outras drogas não identificadas em seu sistema quando morreu devido a um ataque cardíaco em dezembro do ano passado, de acordo com um relatório forense obtido pelo The Hollywood Reporter.

Além das substâncias mencionadas a atriz tinha metadona em seu sistema, de acordo com o relatório do consultório do médico legista de Los Angeles. A família se opôs a uma autópsia completa, observa o relatório.

Apesar das substâncias descobertas através de testes de toxicologia, o legista disse que não estava claro qual o papel que elas desempenharam na morte de Fisher. O relatório afirma que a atriz morreu de “apneia do sono e outros fatores indeterminados.”

Carrie Fisher sofreu uma parada cardíaca enquanto estava a bordo de um voo de Londres para Los Angeles em 23 de dezembro de 2016. Ela morreu no dia 27 de dezembro aos 60 anos de idade.



Comentários