Comentários

Em um artigo da Vanity Fair, Bob Iger comentou sobre sua decisão de adquirir a Marvel em 2009. O CEO da Disney, inclusive, revelou que Steve Jobs teve um papel pequeno, mas muito importante, no processo.

O fundador da Apple morreu aos 56 anos, em 2011.

“Em 2009, apos nossa bem-sucedida aquisição da Pixar, começamos a pensar sobre a Marvel. Então, me encontrei com Steve e contei a ele alguns detalhes do processo. Lembro que ele disse que nunca tinha lido quadrinhos, e que odiava mais do que vídeo-games. Então, trouxe uma enciclopédia de personagens da Marvel, para mostrar o que poderíamos fazer nos próximos anos.”

Disse.

“Ele olhou alguns segundos, deixou de lado e perguntou, ‘Isso é realmente importante para você? Acha que tem potencial para ser uma nova Pixar?’ E naquele momento, eu disse que tinha confiança nas pessoas da Marvel. Existiam muitos talentos lá, além de propriedades intelectuais que nos colocariam à frente dos outros. Pedi que falasse a meu favor caso recebesse uma ligação de Ike Perlmutter, CEO da Marvel Entertainment. Quando fechamos o acordo, Ike me contou que suas dúvidas sobre a aquisição acabaram justamente depois dessa ligação. Fez toda a diferença.”

Agora, a Marvel Studios se tornou uma das marcas mais poderosas de Hollywood. Desde O Homem de Ferro, já foram arrecadados mais de US$ 20 bilhões ao redor do mundo, se tornando a maior franquia da história.



Comentários