Comentários

Durante entrevista ao Toronto Sun, Christian Bale comentou sobre sua experiência na trilogia de “Batman: O Cavaleiro das Trevas“, responsável por reinventar o Homem-Morcego nas telonas.

“Desde o começo nós tínhamos a ideia de reinventa-lo. Lembro que alguns amigos riram quando contei que iria fazer Batman, essa nova versão. Acredito que tudo funcionou muito bem por conta da visão de Chris Nolan. Nunca fomos arrogantes em pensar além de um filme de cada vez. É algo que Chris sempre me dizia. Em Batman Begins, foi algo como, ‘É isso. Nós vamos fazer apenas um filme. É tudo o que conseguimos.‘ “

Disse.

“E então, as pessoas do estúdio voltaram e disseram, ‘Vocês querem fazer mais um?‘ Foi fantástico, mas continuamos com o mesmo pensamento de, ‘É isso aí, essa é a última vez. Não teremos outra oportunidade.‘ Depois, vieram novamente e disseram, ‘Ok, que tal um terceiro?‘ Chris decidiu que esse era o momento de parar. Foi a primeira vez que ele disse, ‘Depois disso, vamos sair.‘ “

Bale, inclusive, revelou que existiu a tentativa por parte do estúdio para que um quarto filme fosse feito.

“Inevitavelmente, eles vieram até nós e perguntaram, ‘Vocês pensam em um quarto filme?‘ E foi quando eu disse, ‘Não. Vamos ficar dentro do plano, e do sonho, de Chris. Fizemos a nossa trilogia, então não há necessidade de ir além disso e tornar a situação excessiva.‘ Foi por isso que depois do terceiro decidimos parar.”

A trilogia de Batman: O Cavaleiro das Trevas se tornou um enorme sucesso de crítica e público, e ficou especialmente marcada pela atuação de Heath Ledger como Coringa, que rendeu um Oscar póstumo ao ator.



Comentários