Comentários

O diretor Matt Reeves enfim revelou (parte) do visual de Robert Pattinson como Batman, e como não poderia ser diferente, os fãs ficaram enlouquecidos nas redes sociais. Aquilo que mais chamou a atenção, no entanto, é a quantidade de referências/homenagens que podemos notar logo nesse primeiro olhar.

Abaixo, citamos algumas delas:

O SÍMBOLO

Apesar de ter causado um pouco de estranheza inicialmente, o símbolo sem a tradicional “cabeça” do morcego remete aos quadrinhos clássicos, mais especificamente Detective Comics #27, primeira aparição do herói.

Além disso, é possível notar que esse símbolo é formado por algumas peças metálicas, e a especulação do momento é de que se trata da arma que Joe Chill usou para assassinar Thomas e Martha Wayne.

Esse elemento também já foi utilizado nos quadrinhos.

A ARMADURA:

Após a versão “mais tradicional” de Ben Affleck, Batman voltará a usar armadura nas telonas, mas desta vez com um upgrade considerável. É seguro dizer que a versão apresentada em “Arkham Knight“, game que concluiu a aclamada série criada pela Rocksteady, serviu como grande inspiração (a peça do ombro é idêntica).

Tudo indica que o herói se manterá protegido dos ataques sem perder mobilidade e agilidade.

A MÁSCARA:

Batman

Ao contrário do restante do uniforme mais “industrial”, a máscara será feita com tecido, provavelmente para não comprometer a movimentação do pescoço. Um detalhe curioso são as marcas de costura, indicando que o herói já precisou conserta-la diversas vezes.

Vale lembrar que a versão de “Batman: Terra Um” conta com costuras bem parecidas.

No caso das linhas das sobrancelhas, é possível que seja uma homenagem à versão de Adam West, da série dos anos 60, algo que já vinha sendo especulado anteriormente.

Outro detalhe interessante é que o maxilar/queixo ficará totalmente exposto, algo que não foi feito em nenhuma outra versão do Batman nos cinemas (acredite se quiser: a mais próxima é a de George Clooney).

Não seria nenhuma surpresa se a clássica série animada e os desenhos de Alex Ross tivessem grande influência nessa decisão.

Por fim, pela primeira vez também teremos uma “gola” no início da capa. O detalhe ficou muito popular através de Gotham City 1889 – Um Conto de Batman, também conhecida como Gotham by Gaslight.

Mas, considerando as declarações anteriores de Reeves, é possível que os visuais de detetives dos clássicos filmes noir tenham influenciado na decisão. Um dos exemplos mais marcantes, obviamente, é Humphrey Bogart.

COR VERMELHA:

Achou que não iríamos falar disso? Achou errado!

Pois é, a cor vermelha predominante no vídeo divulgado por Reeves também chamou a atenção, gerando até algumas comparações com Demolidor. O que poucos sabem é que se trata de algo associado ao Batman há um bom tempo.

Todas as artes de capa de “Batman: Ano Um“, história que teve grande influência no desenvolvimento do filme, também tem a cor vermelha predominante. E vale dizer que David Mazzucchelli é um dos melhores artistas dos quadrinhos do herói.

Além disso, boa parte do material promocional da clássica série animada também tem a cor vermelha predominante, até mesmo no logo.

E como poderíamos esquecer do marcante céu vermelho de Gotham?

Agora fica a expectativa pelo restante do visual, incluindo cinto de utilidades e as orelhas da máscara. Será que teremos mais referências ou homenagens?

The Batman chega aos cinemas em 25 de junho de 2021, com direção de Matt Reeves (Planeta dos Macacos: O Confronto, Cloverfield: Monstro).

No elenco, temos Robert Pattinson (Bom Comportamento) como Batman, Andy Serkis (Planeta dos Macacos: A Guerra) como Alfred, Jeffrey Wright (Westworld) como Comissário Gordon, Paul Dano (Sangue Negro) como Charada, Zoë Kravitz  (Big Little Lies) como Mulher-Gato, e John Turturro (The Night Of) como Carmine Falcone.



Comentários