Comentários

O filme Coringa foi aplaudido de pé no Festival de Cinema de Veneza, o que trouxe uma maior atenção para o longa e para seu diretor, Todd Phillips.

E por se tratar de uma produção da DC, não demorou para as perguntas envolverem sua maior “rival”, a Marvel. Mas de acordo com Phillips, a ideia deste selo mais “adulto” de filmes da DC em nenhum momento teve pretensão de competir com a Marvel.

Eu não sei nada sobre essa tal competição com a Marvel, nunca estive no mundo dos quadrinhos. Quando originalmente concebemos essa ideia, queríamos apenas adotar uma abordagem diferente.

Não sei que tipo de efeito isso terá com outros cineastas. Eu acho que os filmes de quadrinhos estão indo muito bem, e eles não precisam necessariamente de mudança. Achamos que poderia ser uma abordagem empolgante para esse gênero. Não sei ao certo o que isso significa para a DC, ou para a Marvel, como eles mudarão a maneira como fazem isso.”

Coringa, do diretor Todd Phillips, centra-se no icônico arqui-inimigo do Batman, e é uma história fictícia original e inédita, nunca vista nas telas. Phillips explora Arthur Fleck, retratado por Joaquin Phoenix, um homem  lutando para encontrar o seu caminho na fraturada sociedade de Gotham. Trabalhando como palhaço de dia, ele sonha ser um comediante famoso nas noites… mas a piada sempre está nele. Preso entre uma existência cíclica entre apatia e crueldade, Arthur toma uma decisão ruim que provoca uma reação em cadeia de eventos neste ousado estudo de personagem.

Coringa chega aos cinemas em outubro, com direção de Todd Phillips. O elenco conta com Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz, Brett Cullen, Shea Whigham, e Marc Maron.



Comentários