Comentários

Os Hashira (que significa Pilares) são os espadachins mais poderosos dentre os exterminadores da corporação Demon Slayer. Eles são os guerreiros de elite.

No total, existem 9 membros da classe Hashira. Cada um deles possui um estilo de respiração diferente que é desenvolvido através de extremo treinamento. O grupo é supervisionado pelo líder da corporação, chamado de Kagaya Ubuyashiki.

Os Pilares estão continuamente procurando por um Tsuguko, que significa sucessor. A ideia é que eles tomem o seu lugar caso um Hashira se aposente ou morra. Cada Pilar é responsável por uma específica região que eles precisam proteger. Eles também precisam reunir informações sobre Oni e melhorar suas habilidades. Por serem bastante ocupados, geralmente eles usam o tempo livre para treinar um Tsuguko. Para se tornar um Tsuguko, você precisa ser aceito por um Hashira ou ser escolhido por um. Ter o mesmo tipo de respiração ajuda, mas não é obrigatório.

O tempo necessário para se tornar um Hashira pode variar. Geralmente leva em torno de 5 anos, mas os mais talentosos conseguem fazer isso em 2. Para se tornar um Hashira, é necessário matar um dos 12 guerreiros de elite dos Oni, chamados de Doze Demônios da Lua ou matar o total de 50 Oni. Uma curiosidade é que até hoje, todos os Espadachins que controlaram a respiração da Chama ou da Água se tornaram Hashira em todas as eras.

A grande diferença é que os Hashira conseguem manter a respiração de concentração total durante todo o tempo, gerando uma fonte de oxigênio que consegue aumentar sua percepção, força e velocidade. Isso dá poder e estamina suficiente para enfrentar demônios sem precisar mudar de forma física.

Atualmente, temos os seguintes espadachins:

  • Muichiro Tokito, Pilar da Névoa
  • Obanai Iguro, Pilar da Serpente
  • Giyu Tomioka, Pilar da Água
  • Gyomei Himejima, Pilar da Pedra
  • Mitsuri Kanroji, Pilar do Amor
  • Sanemi Shinazugawa, Pilar do Vento
  • Kyojuro Rengoku, Pilar da Chama
  • Tengen Uzui, Pilar do Som
  • Shinobu Kocho, Pilar dos Insetos



Comentários