Comentários

O diretor de “Logan“, James Mangold, concedeu entrevista recentemente ao UPROXX para falar de seu novo filme, Ford x Ferrari. Foi então que o site decidiu perguntar a opinião do cineasta sobre as recentes críticas de Martin Scorsese aos filmes de super-heróis. Para Mangold, Scorsese está certo em um ponto, mas errado em outro.

Eu acho que pouco interessa se a fonte é uma história em quadrinhos ou não, e sim se o diretor vai ter liberdade criativa. Porque eu tive 100% de liberdade em Logan. Eu sabia exatamente o que queria fazer.

Claramente, ele [Scorsese] não assistiu a muitos desses filmes. E essa é a parte trágica de sua dissertação. Mas o que ele disse não poderia ser mais verdadeiro. Só que não precisa ser verdade apenas para esse gênero específico de filmes. É uma verdade em todos os gêneros.

Eu vejo comédias de merda sendo feitas por dinheiro. Eu vejo filmes românticos de merda feitos por dinheiro. Eu vejo montes de filmes de aventura feitos por dinheiro. Isso não é algo que pertence apenas aos filmes de quadrinhos. Essa é a província do cinema corporativo convencional em todo o mundo, e depende de pessoas como ele – ou eu, na medida em que eu possa fazê-lo – e outras pessoas a se oporem a isso em qualquer gênero.”

Dentre seus comentários, Scorsese declarou que os filmes da Marvel “não eram cinema”, e que se assemelhavam muito mais a “parques de diversão”. Desde então ele elaborou melhor essas declarações e até mesmo escreveu um artigo no The New York Times. Porém, apesar do tom mais ameno, se manteve fiel às declarações originais.



Comentários