Comentários

Durante sua participação no Empire Podcast, o diretor Julius Onah teve a oportunidade de falar sobre a cena final de ”The Cloverfield Paradox”, que acabou criando ainda mais dúvidas nos fãs. Anteriormente, já havia sido confirmado que a nova produção não se passava no mesmo universo de ”Cloverfield – Monstro”.

”Agora nós temos essas múltiplas linhas do tempo abertas, então as coisas acontecem dimensionalmente. Existem maneiras infinitas para a chegada daquele monstro ser explicada. Quando os dois chegam à Terra, pensamos em uma conexão realmente interessante e que deve ser explorada futuramente.”

A teoria mais comentada até o momento é que ”Paradox” deu origem aos dois longas anteriores, mesmo se passando 10 anos após a produção original, causando assim uma ruptura no tempo e explicando a chegada do Monstro (muito menor em comparação ao de Paradox, sendo assim, um filhote).

Essa ruptura no tempo também explica a chegada de criaturas sobrenaturais em ”Overlord”, quarto filme da franquia que se passa na Segunda Guerra Mundial.

O Parodoxo Cloverfield já está disponível no catálogo da Netflix, e traz Daniel Bruhl, Elizabeth Debicki e outros no elenco. Julius Onah dirige, com produção de J.J. Abrams.



Comentários