Comentários

O novo mangá de Death Note, um oneshot de 87 páginas, foi lançado hoje pelos criadores da obra original, Tsugumi Ohba e Takeshi Obata.

A nova história se passa pelo menos uma década após os eventos da queda de Kira, e atualmente Light e L são figuras históricas estudadas pelos alunos nas escolas. Um desses alunos é Minoru Tanaka, que é escolhido pelo shinigami Ryuk para possuir o Death Note.

Porém, diferente de Kira, Minoru decide vender o caderno para quem pagar mais. A princípio ele recebe propostas apenas de pessoas normais, mas não demora para que grandes nações se interessem em ter “o poder de Kira”.

E quem surge em pessoa para fazer uma dessas ofertas é o presidente dos EUA, Donald Trump, que oferece pagar US$ 500 bilhões pelo caderno. Começa a guerra para saber quem terá esse poder.

Para ler o mangá – em inglês – você pode clicar aqui.

O mangá original de Death Note foi lançado em 2003 e terminou em 2006, e é uma criação de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata. No Brasil, a obra já foi publicada pela editora JBC em duas versões diferentes.



Comentários