Comentários

Durante entrevista ao Radio Times, os criadores da minissérie “Drácula“, Steven Moffat e Mark Gatiss, comentaram sobre o tom da produção. De acordo com a dupla, teremos algo realmente assustador.

“Espero que as pessoas tenham pesadelos e morram de medo, mas acredito que muitos também vão acha-la divertida. Não é o tipo de horror que te faz pensar que o mundo é um lugar miserável, infeliz ou algo assim. Tivemos muitos desafios ao longo da produção. Trabalhar em uma série onde o protagonista é um ser maligno foi realmente difícil.”

Declarou Moffat.

“Acho que foi uma experiência empolgante. Nós fizemos uma promessa quando começamos a trabalhar nisso, de que Drácula seria o herói de sua própria história, por assim dizer, e não apenas uma figura obscura.”

Concluiu Gatiss.

Jonathan Aris (Black Mirror: Bandersnatch), Sacha Dhawan (The Boy With the Top Knot), Nathan Stewart Jarrett (Misfits), Catherine Schell (On Her Majesty’s Secret Service), Youssef Kerkour (Jack Ryan) e Clive Russell (Game of Thrones) já foram confirmados no elenco.

Jonny Campbell (Westworld) será o diretor do episódio piloto, enquanto Damon Thomas (Killing Eve) e Paul McGuigan (Film Stars Don’t Die in Liverpool) comandam os episódios 2 e 3, respectivamente.

A trama da série acontece em 1897 e girará em torno da mudança do Conde da Transilvânia – que será interpretado por Claes Bang – para a Londres vitoriana.

Drácula terá apenas três episódios, com 90 minutos de duração cada, e deve estrear no início de 2020.



Comentários