Comentários

O final de Pantera Negra certamente esteve entre os mais celebrados de 2018. Depois que Killmonger morreu assistindo o pôr do sol em Wakanda e dizendo que não seria um prisioneiro, T’Challa levou as palavras de seu rival para o coração, e começou a ajudar o resto do mundo.

No entanto, apesar de comovente e passar uma bela mensagem ao público, este não seria o final original do filme. Durante uma entrevista com o Cinemablend, o editor Michael Shawver revelou que o diálogo final de Killmonger era diferente, e que isso causou problemas para a história de T’Challa. Então, o diretor Ryan Coogler cortou o diálogo e adicionou uma cena extra em refilmagens, que acabou culminando no final que vimos.

“Com as refilmagens, Ryan queria fazer um novo final, e ficou muito maior com a cena em que Killmonger morre. O que nós filmamos originalmente, e no roteiro, foi Killmonger dizendo ‘É lindo, mas o que você vai fazer para todos no mundo que não podem ver isso?’ E foi ótimo, foi poderoso, foi incrível, mas foi problemático por algumas razões. Nós percebemos que para a jornada de T’Challa, isso não conseguiria a resposta para o filme.

 

Ryan saiu em seu laboratório e fez o seu trabalho brilhante como escritor, e escreveu a cena final em Oakland, onde ele vai com Shuri e mostra a Royal Talon para essas crianças, e especificamente para uma criança que parece um pouco com o jovem Killmonger. Basicamente, ele mostrando-lhes isso, e comprando esses edifícios, foi em espírito o que originalmente queríamos que Killmonger dissesse a ele. Se as pessoas pudessem ver isso, se as pessoas pudessem ver seu próprio potencial, as coisas seriam diferentes. E assim foi feito em uma nova cena em que vemos o que T’Challa fez e, então, no final, aquela criança olha para ele e dizendo: ‘Quem é você?’ E esse é o tema do filme, a identidade. Quem é você? E ele não precisa responder, porque tudo aquilo simplesmente respondeu por nós.”

Após a morte do rei T’Chaka (John Kani), o príncipe T’Challa (Chadwick Boseman) retorna a Wakanda para a cerimônia de coroação. Nela são reunidas as cinco tribos que compõem o reino, sendo que uma delas, os Jabari, não apoia o atual governo. T’Challa logo recebe o apoio de Okoye (Danai Gurira), a chefe da guarda de Wakanda, da irmã Shuri (Letitia Wright), que coordena a área tecnológica do reino, e também de Nakia (Lupita Nyong’o), a grande paixão do atual Pantera Negra, que não quer se tornar rainha. Juntos, eles estão à procura de Ulysses Klaue (Andy Serkis), que roubou de Wakanda um punhado de vibranium, alguns anos atrás.



Comentários