Comentários

As gravações de The Irishman, obra de Martin Scorsese de grande orçamento dirigida para a Netflix, já estão acontecendo, mas não há garantia de que o lançamento acontecerá nos cinemas. 

Scott Stuber, chefe da divisão de filmes do serviço de streaming, havia garantido ao cineasta, um cinéfilo e forte defensor do cinema tradicional, que o longa-metragem seria exibido em cinemas dos Estados Unidos por, pelo menos, duas semanas, mas de acordo com um relatório da Variety, a Netflix ainda não entrou em acordo com as redes norte-americanas de cinema para que isto aconteça.

Chefe de publicidade cinematográfica da plataforma, Julie Fontaine, contou que não há nada definido e que é muito cedo para garantir alguma coisa. É preocupante para Scorsese, especialmente, porque, deste modo, The Irishman não poderia receber indicações ao Oscar, e é exatamente por causa disso que os cinemas o boicotariam, pois atualmente travam uma guerra contra o streaming.



Comentários