Comentários

Henry Cavill é o Superman do filme “Man of Steel” e conversou com o Los Angeles Times revelando fatos interessantes sobre o filme.

Segundo o ator, ele teve como base a minisséire Superman: Entre a Foice e o Martelo (Red Son), de Mark Millar. A série traz um universo paralelo em que o Super-Homem foi criado na Ucrânia em vez de nos Estados Unidos – alterando seu perfil, tornando-se comunista:

“Fiz minha pesquisa. Juntei muitas histórias em quadrinhos e mergulhei de cabeça nelas durante um tempo. Não li muitas HQs quando era menor, não tinha tempo para muita coisa além dos estudos. Agora como adulto posso ler o melhor dos quadrinhos sem ter que esperar uma semana ou um mês para ler a continuação. Vejo tudo de uma vez só. Gostei muito de A Morte do Superman e O Retorno do Superman, que são minhas favoritas. Também li os Novos 52 e Terra Um. Achei Entre a Foice e o Martelo interessante por sua perspectiva diferente. Foi essencial para a minha pesquisa do personagem. Quando você tem dois pontos de vista diferentes do mesmo personagem, consegue ver o que os autores consideram importante como uma linha básica. Consigo perceber isso e notar como ele se desenvolveria de um jeito diferente e isso foi importante para mim. E como estamos fazendo nossa versão do Super-Homem, uma reinterpretação, posso colocar minha maneira de vivê-lo. Então, foi legal ler Entre a Foice e o Martelo e ver o que mudou, o que não mundou e o que ela revela sobre a linha básica do Super-Homem. Dá para encontrar o que é essencial nele”.

Man of Steel traz Henry Cavill como o Super-Homem, Michael Shannon no papel do vilão General Zod, Amy Adams como Lois Lane, Antje Traue interpreta Faora. Também estão contratados Kevin Costner como Jonathan Kent e Diane Lane como Martha Kent, pais terrestres de Clark Kent. Russell Crowe é Jor-El, pai biológico do Super-Homem e, Ayelet Zurer é Lara, mãe biológica do herói. Laurence Fishburne interpreta o editor Perry White. A direção é de Zack Snyder e a produção é de Chistopher Nolan.

O filme estreia em 14 de junho de 2013.



Comentários