Comentários

Hugh Jackman acabou lendo muitos quadrinhos dos X-Men para o seu papel como Wolverine, mas ele não pôde fazê-lo no set do filme, graças ao diretor Bryan Singer.

Em uma nova entrevista MTV, Jackman, que terminou sua história com Wolverine no aclamando filme Logan, revelou que os quadrinhos não eram permitidos no set dos filmes dos X-Men dirigidos por Singer, e qualquer gibi que ele lesse tinha que ser avisado ao cineasta.

“Quando consegui o papel, lembro-me de entrar no escritório de Kevin Feige. Quadrinhos de parede a parede, e a propósito, os quadrinhos foram banidos no set porque Bryan Singer tinha essa coisa… ele realmente queria levar os personagens de quadrinhos a sério como verdadeiros personagens tridimensionais. Quem não entende esses quadrinhos pode pensar que eles são bidimensionais, então ninguém era permitido, todo mundo … era como contrabando.”

Mas Jackman ficou impressionado com a quantidade de quadrinhos no escritório de Kevin Feige, e como queria ter uma ideia melhor de quem era Logan, contou com alguns conselhos do próprio Feige.

“Então, eu entrava no escritório de Kevin Feige e era de parede a parede, não só quadrinhos, mas também pôsteres, e cerca de 600 estatuetas de diferentes personagens, e eu ficava tipo ‘o que eu devo ler?’ Ele dizia: ‘Você tem que ler esse aqui, e você tem que ler sobre o Japão. Você tem que ler as origens’, e ficamos amigos desde então, e nada me deixa mais feliz em saber que alguém que é puramente criativo, puramente amante do legado dessas histórias em quadrinhos, hoje é esse sucesso.

Agora Kevin Feige se encontra como Presidente da Marvel Studios e de todo o Universo Cinematográfico Marvel, onde ele ajudou a guiar personagens como Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Viúva Negra e agora a Capitã Marvel para o estrelato. Em 2019 veremos o ápice de tudo isso quando Vingadores 4 chegar aos cinemas.



Comentários