Comentários

Graças à polêmica que levou a sua demissão e posterior recontratação pela Disney, James Gunn se viu em uma posição curiosa. Enquanto estava “desempregado”, o cineasta foi contratado pela DC para fazer o novo filme do Esquadrão Suicida, e só depois voltará para a Marvel para concluir a trilogia dos Guardiões da Galáxia. Desta forma, o diretor terá trabalhado em grandes filmes das rivais em um curto período de tempo.

Nessa posição, Gunn aproveita para reiterar sua opinião de que não devem existir brigas entre fãs das duas empresas. Ele falou sobre isso no Twitter.

“Como eu já disse inúmeras vezes, no fim das contas, os fãs da Marvel e da DC tem muito mais coisas em comum do que pensam. Eu sou agora, e fui por quase toda a minha vida, fã de ambas.

Talvez você goste mais de uma do que da outra – e isso é legal – mas isso não significa que você não pode desfrutar de tudo, ou que precisa derrubar o outro.

Eu sei que eu e meus parceiros da Marvel e da DC acreditamos que o que é bom para um estúdio geralmente é bom para todos. Um estimula o outro diariamente com entretenimento sincero, espetacular e inovador, que mantém o público em todo o mundo adorando os filmes baseados em arte sequencial.”

The Suicide Squad chega aos cinemas em 06 de agosto de 2021, com direção e roteiro de James Gunn. Somente depois de terminar o seu trabalho no filme é que ele começará a produção de Guardiões da Galáxia Vol. 3.



Comentários