Comentários

No ano passado, James Gunn, responsável pela franquia Guardiões da Galáxia, foi demitido da direção do terceiro filme devido a polêmicas envolvendo pedofilia na internet.

No entanto, a Disney resolveu o recontratar neste ano, e Gunn está de volta a bordo da produção.

Em recente entrevista ao Deadline, o diretor revelou o que mais havia o deixado triste quando soube da demissão.

“Quando você me perguntou o que era mais triste para mim quando pensei que tinha ido embora, foi meu relacionamento com Rocket. Rocket sou eu, mesmo que pareça narcisista. Groot é como meu cachorro. Eu amo Groot de uma forma completamente diferente. Eu me identifico com Rocket e sinto compaixão por Rocket, mas também sinto que sua história não está completa. Ele tem um arco que começou no primeiro filme, continuou no segundo, passando por Guerra Infinita e Ultimato, e então eu estava pronto para realmente terminar esse arco nos Guardiões 3. Tinha sido uma grande perda para mim não ser capaz de terminar essa história.”

Como James Gunn está atualmente trabalhando no novo Esquadrão Suicida, a Marvel Studios concordou em iniciar a produção de Guardiões da Galáxia 3somente após o diretor completar o filme da DC.



Comentários