Comentários

Conversando no Playback, o podcast da Variety, o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, reconheceu que o sucesso de Pantera Negra – que foi o primeiro do estúdio a apresentar um elenco predominantemente composto por atores negros – encorajou o estúdio a permanecer no seu caminho atual para um Universo Cinematográfico mais inclusivo.

“Sim, absolutamente. Às vezes as pessoas me perguntam muito diretamente se Pantera Negra é um filme único em termos de representação e de inclusão. E a resposta é não, ele é apenas o começo. Aquele filme, obviamente, não teria sido o que foi se todos sentados ao redor da mesa se parecessem comigo ou com você e isso é verdade para todos os filmes.”

E a ideia agora é abraçar essa diversidade:

“Conforme a Marvel Studios cresceu e a nossa equipe criativa cresceu, aconteceu a mesma coisa. Somos quase metade homens, e metade mulheres agora. Quando você tem vozes diversas, você ganha histórias melhores, mais emocionantes e mais surpreendentes e isso é algo muito, muito claro para nós.”

A culminação de 22 filmes interconectados, a quarta produção da saga Vingadores convidará o público para testemunhar o ponto de virada desta jornada épica. Nossos amados heróis entenderão verdadeiramente o quão frágil é essa realidade e o sacrifício que precisa ser feito para sustentá-la.

Vingadores: Ultimato será a conclusão dos 10 anos de narrativa do Universo Cinematográfico Marvel, dando continuidade aos eventos vistos em “Guerra Infinita”. O filme conta novamente com direção dos irmãos Anthony e Joe Russo, e chega aos cinemas em 25 de abril de 2019.



Comentários