Comentários

A Vulture publicou hoje um interessante e esclarecedor artigo sobre o futuro da DC nos cinemas, com a presidente da DC Entertainment, Diane Nelson e o diretor criativo da empresa, Geoff Johns.

Dentre as informações, foi revelado que assim que assumiram um papel ativo como supervisores no DC Films, Geoff Johns e Jon Berg decidiram mexer em alguns pontos não muito satisfatórios. Uma dessas mudanças veio em “Liga da Justiça”, onde eles queriam alguém além do diretor Zack Snyder para reescrever certas partes e adicionar novas cenas. É aí que entrou Joss Whedon.

Eles então passaram a discutir algumas ideias com Whedon, e logo perceberam que ele era o cara certo para o direcionamento que queriam. É o que explica o próprio Johns.

“Todos estavam entusiasmados com o fato de Joss ser parte da DC, e achamos que seria ótimo ele escrever as cenas [de Liga da Justiça], as cenas adicionais que nós queríamos.”

Algum tempo depois, o diretor Zack Snyder acabou precisando se ausentar do filme em definitivo, devido a uma tragédia familiar. Com isso, Whedon acabou tendo um papel maior do que esperado inicialmente.



Comentários