Comentários

Durante entrevista ao The Hollywood Reporter, Martin Scorsese explicou por que decidiu não produzir “Coringa“. Vale lembrar, no entanto, que sua conhecida colaboradora Emma Tillinger Koskoff foi creditada.

“Razões pessoais. E a agenda também.”

Contou.

“Sendo bem honesto, Taxi Driver, O Rei da Comédia e A Última Tentação de Cristo. Essas foram as minhas batalhas.”

Scorsese, inclusive, já declarou anteriormente que assistiu apenas alguns trechos do filme, e provavelmente não irá vê-lo na íntegra.

Discussões sobre uma sequência de Coringa já acontecem no estúdio, mas por enquanto, negociações concretas ainda não foram iniciadas.

Com orçamento estimado em US$ 55 milhões, Coringa se tornou a maior bilheteria para uma produção com classificação R em toda a história, superando a marca de US$ 1 bilhão.



Comentários