Comentários

MIB: Internacional chega aos cinemas brasileiros amanhã, mas já foi exibido pra crítica norte-americana, e as primeiras reviews já estão no ar. Confira abaixo:

ComicBook:A trilogia original MIB, particularmente o primeiro filme de 1997, foi baseada na ideia de que alienígenas vivem entre nós, escondidos à vista de todas as esquinas e trens do metrô. Foi uma idéia nova, incrivelmente charmosa com Will Smith, a amável rabugice de Tommy Lee Jones, e a habilidade de encaixar um universo inteiro no ventre de Nova York. Muitas coisas fizeram funcionar, mas manter tais histórias em Nova York foi o que realmente deu a essa franquia sua identidade. MIB: Internacional perde de vista essa ideia desde o início, e sofre tremendamente por isto.

Variety:Como provou no reboot de Caça-Fantasmas em 2016, Hemsworth tem um talento cômico natural que tem sido sub-explorado na maioria de seus trabalhos – embora seus recentes projetos da Marvel tenham adquirido esse presente. A estrela de Thompson foi rápida em ascender, e a coisa mais satisfatória desse filme é ver que a atriz deu um passo a frente e serviu como coestrela de uma grande produção. H e M abriram a porta para a diversão futura dos homens – e mulheres – em preto.

Indiewire: “MIB: Internacional lança Tessa Thompson e Chris Hemsworth em uma variação insípida da mesma rotina MIB, e não tem a energia ou a ambição de transformar suas participações intergalácticas em algo maior. Tentar injetar uma nova vida em uma franquia cansada acabou não funcionando.

ScreenRant: “O MIB original foi produto da sua época em que foi lançado em 1997: uma ideia legal de filme de ficção científica que se baseava mais na comédia de Will Smith e no herói de ação de Tommy Lee Jones do que na construção do mundo real. Depois de duas seqüências com retornos decrescentes, a franquia está recebendo o tratamento de uma quase reboot com MIB: Internacional. A quarta parte traz uma nova equipe criativa e uma nova dupla para uma tentativa de renovar a ideia original. O filme tem alguns ajustes modernos na premissa, mas felizmente concentra-se mais na química cômica de seus protagonistas.

The Hollywood Reporter: “A melhor coisa sobre a renovada franquia MIB é na verdade uma mulher. Depois de três participações bem sucedidas estreladas por Will Smith e Tommy Lee Jones, para este reboot, Tessa Thompson brilha ao lado de sua co-estrela Chris Hemsworth como Agents M e H.

No novo filme, a Agente Em (Tessa Thompson) se transfere para a filial da MIB em Londres, e acaba sendo designada como parceira do Agente H (Chris Hemsworth). Os dois então começam a investigar um misterioso assassinato, algo que os levará para diferentes partes do mundo.

MIB: Internacional tem direção de F. Gary Gray (Velozes e Furiosos 8) e chega aos cinemas em 14 de junho. O elenco também conta com Emma Thopson, Liam Neeson, Rebecca Ferguson, Rafe Spall e Kumail Nanjiani.



Comentários