Comentários

A série em quadrinhos do Batman do Futuro celebrou sua 25ª edição nesta semana com uma história que reintroduz o maior vilão do Batman de todos. O Coringa retornou a Gotham City no momento em que o idoso Bruce Wayne dedica um novo arranha-céu no que seria o 100º aniversário de seu pai. Infelizmente, Coringa sequestra um trem de monotrilho e destrói o novo prédio.


Antes de continuar: Participe do nosso grupo de Whatsapp e receba ofertas diárias de Quadrinhos com desconto. Para participar, basta clicar aqui!



Coringa, em seguida, faz uma visita à Comissária Barbara Gordon, refletindo sobre sua história sombria e insinuando que Bruce sempre soube que seu maior inimigo ainda estava vivo.

Esta não é a primeira vez que o aparente retorno do Coringa tem sido o foco de uma história de Batman do Futuro. O filme de 2000 Batman do Futuro: O Retorno do Coringa apresentou o que parecia ser um rejuvenescido Príncipe Palhaço do Crime. No entanto, o filme revelou que o vilão havia implantado suas memórias em um chip escondido no cérebro de Tim Drake, transformando o ex-Robin em uma nova versão do Coringa.

Vale a pena citar que a atual história em quadrinhos do Batman do Futuro não ocorre no DC Animated Universe, mas sim em uma possível versão futura do universo tradicional de quadrinhos da DC. E ao contrário de O Retorno do Coringa, este parece ser o Coringa original, e não um clone ou uma cópia. Esta edição também deixa claro que Coringa despreza a gangue Jokerz, tendo matado várias dúzias de membros antes de tornar sua presença conhecida no discurso de Bruce.

O Newsarama falou com escritor Dan Jurgens sobre por que o retorno do Coringa nesta versão do universo do Batman do Futuro é tão significativo. “Eu acho que trazendo de volta o Coringa – que realmente é o inimigo do Batman, e a história do Coringa com Jason Todd e tudo o mais que aconteceu na vida do Coringa, comparado ao do Bruce – há muita coisa para ser extraída aqui, para criar um novo e diferente tipo de história para Terry McGinnis como Batman “, disse Jurgens.



Comentários