Comentários

A Nuuvem anunciou a aquisição do SplitPlay, primeira e maior startup brasileira focada na venda e distribuição de games desenvolvidos no País. Com a união das plataformas, a Nuuvem receberá uma série de novos títulos brasileiros que poderão ser adquiridos por usuários de todo o mundo, além de incentivar a indústria nacional de games.

 


Antes de continuar: Tá precisando comprar cartão pré-pago ( gift card ) para Xbox , PSN, Nintendo ou Garena Free Fire Diamantes? O melhor lugar é na GCM Games, clique aqui e confira!


 

“Incentivar o mercado de produções nacionais não é apenas um compromisso, mas também um enorme prazer para a Nuuvem. Com esse movimento junto ao SplitPlay, conseguiremos acelerar a entrada de novos jogos com a qualidade e polimento exigidos por nossos usuários e divulgá-los nas demais regiões em que a empresa atua”, afirma Fernando Campos, sócio e CEO da Nuuvem.

“A aquisição do SplitPlay faz parte do plano de crescimento da atuação da Nuuvem em toda a América Latina”, complementa Thiago Diniz, sócio e COO da Nuuvem.

Com ela, é esperado que mais de 40 novos títulos, todos brasileiros, entrem no catálogo da empresa. Os jogos abaixo já estão disponíveis na Nuuvem:

  • Soul Gambler: Dark Arts Edition

  • Aritana e a Pena da Harpia

  • Chroma Squad

  • Phoenix Force

  • Porcunipine

  • Gryphon Knight Epic

  • Face It: A Game to Fight Inner Demons

“Fico extremamente realizado sabendo que o SplitPlay continuará sua missão de fomentar o mercado de jogos brasileiros, mas agora, por meio da Nuuvem, que além da presença nacional levará essas produções para toda a América Latina”, comenta Rodrigo Coelho, sócio do SplitPlay.

Fundado em 07 de maio de 2014, o SplitPlay é a primeira e maior plataforma focada para vendas e distribuição de jogos feitos no Brasil, tendo passado por programas do governo como o SEED, o Startup-Chile e selecionada entre as 10 melhores do Startup-Rio. Em 2015, seu fundador Rodrigo Coelho se mudou para o Japão, em busca de ampliar seus contatos no segmento. Atualmente, comanda o Splitplay em paralelo ao trabalho de desenvolvimento de aplicativos em uma empresa japonesa.



Comentários