A fase mais ousada dos X-Men nos últimos anos continua surpreendendo em Powers of X #2. A nova edição oferece um vislumbre do passado, presente e futuro da raça mutante. Confira:

Ano 1 – Xavier e Magneto

Depois de sabermos que Moira é uma mutante que tem o poder de reviver sua vida várias vezes, mantendo a sua memória, vimos que um leque se abriu e ele começa a mostrar seu alcance: Moira decide permitir que Xavier leia sua mente e assista as 9 vidas anteriores dela. Ao revelar o futuro para o Professor X, antes mesmo dele formar os X-Men, Moira mudou todo o curso da história da Marvel.

A nova edição mostra que a linha temporal dos X-Men foi afetada. 10 anos no passado, Xavier e Moira visitam Magneto na Ilha M (antes de criar o Asteroide M). Magneto está convencido de que ele e Xavier estão destinados a serem rivais. Porém, Xavier mostra tudo que Moira mostrou a ele e isso muda a visão de Magneto. A rivalidade dos dois é apagada e Magneto e se tornou um aliado dos X-Men desde o início.

Ano 10 – Nimrod nasce

Xavier avisa ao seu amigo que o plano levará anos para ser concretizado. A partir daí, pulamos 10 anos no futuro, após o roubo de dados feito por Mística (apresentado na edição anterior). Com os dados, Xavier e Magneto ficam sabendo da Orchis, uma organização antimutante formada por ex-membros da SHIELD, IMA e Hidra.

Estudando os arquivos, Xavier descobre que a Orchis está construindo o Molde Mãe capaz de produzir inúmeros Sentinelas. Os dados também confirmar que a humanidade está criando o maior caçador de mutantes: Nimrod. Ciclope se oferece para destruir o Molde Mãe com uma equipe de X-Men.

Ano 100 – O Novo Líder dos X-Men

A história pula 100 anos no futuro. Mutantes híbridos como Rasputin e Cardinal retornaram de suas missões, recuperando dados da fortaleza de Nimrod. Aqui, os leitores descobrem que Apocalipse é o novo líder dos X-Men, carregando a visão de Moira e Xavier.

Ano 1000 – O retorno da Falange

Mais uma vez, Powers of X mostra 1000 anos no futuro. Aqui temos um mundo utópico onde os mutantes estão vivendo em um planeta chamado Nimbus. 

Aqui, descobrimos que Powers of X não se refere apenas a uma passagem exponencial de tempo, mas também um sistema de medir a inteligência das espécies. Esta escala vai de SI:1 (uma única máquina) para SI:10 (C.O.L.M.E.I.A.) para SI:100 (uma amálgama de máquinas como a Inteligência Suprema Kree) para SI:10000 (Tecnarquia) para SI:100.000 (Mente Global) e finalmente SI:1.000.00 (A Falange). Neste futuro, a Falange evoluiu para sua forma mais pura, se tornando um monstro como Galactus, que devora civilizações inteiras para melhorar sua inteligência.

Em uma história focada na luta dos mutantes contra as máquinas, faz sentido que a Falange seja o desafio final esperando pelos X-Men no futuro. Entretanto, é revelado que o Librarian quer que a Falange assimile Nimbus, pois ele vê isso como a chave para a ascensão final da raça mutante. Depois de mil anos de guerra, os mutantes e máquinas podem estar destinados a evoluir juntos.