Comentários

Bloodroots é um jogo com uma atmosfera única e ele finalmente chegou ao Nintendo Switch. Para quem não sabe, em Bloodrots você encarna um guerreiro barbado vestindo a pele de um lobo e que é chamado de Mr. Wolf (lobo em inglês). Ele foi traído e deixado para morrer por sua gangue, que também veste peles de animais. Assim, começa uma história de vingança, cheia de sangue, corpos e armas.

O combate é o ponto alto da experiência. Ele envolve uma mecânica one-hit kill, enquanto você pode se armar com praticamente tudo. Existe um número limitado de uso para cada arma, que acaba fazendo você mudar seu estilo de jogo. Cada arma possui um atributo único, que muda o modo de jogar.

Com mecânicas excelentes, o level design de Bloodroots é simplesmente espetacular. Os inimigos foram colocados de forma pensada em cada lugar, permitindo que os jogadores mais habilidosos se destaquem. O sistema de combo é sensacional e o fator replay é constante.

A narrativa do jogo é visualizada graças a um estilo cheio de cel-shading. O game é cartunesco, mas funciona bem com a históira. A construção minimalista permite que a performance do jogo seja boa no Nintendo Switch. Entretanto, no modo portátil, pode ser que as coisas fiquem pequenas demais, mas no modo dock, tudo fica perfeito.

A trilha sonora também é um ponto bastante positivo, trazendo músicas que não cansam e que viciam. O jogo tem uma ótima apresentação, tanto estética quanto técnica e também boas animações com um estilo de arte singular.

Bloodroots é um jogo que te manterá engajado durante toda a campanha. Pode ser um pouco difícil de aproveitar no modo portátil, mas vale a pena. O jogo parece simples, mas possui bastante mecânicas para te manter investido e envolvido.



Comentários