Comentários

Borderlands é uma franquia que conseguiu influenciar vários lançamentos, gerando ‘filhos’ como Anthem, Destiny e The Division. Entretanto, todos esses ‘bebês’ são jogos em forma de serviço, já Borderlands não é e continuará sem ser.

Em Borderlands 3, você é um Vault Hunter. A história se passa um tempo depois da queda do Handsome Jack, onde Tyreen e Troy Calipso formaram um culto chamado Children of the Vault. Sua função é ajudar Lilith e outros personagens enquanto eles tentam impedir os gêmeos Calypso de conseguir poderes dos vaults. A história é bem característica de Borderlands e se você já conhece os personagens, terá muito fanservice. Como membro dos Crimson Raiders, você viajará através da galáxia na Sanctuary-3 para lutar através desses mundos e conquistar os poderes dos vaults. É uma história simples e bem-humorada. A campanha dura em torno de 30 horas e tem muito conteúdo de side quest, além de easter eggs e armas para caçar.

Mas o ponto forte mesmo do jogo é o gameplay cooperativo, a habilidade de customizar seu personagem e a quantidade insana de armas e loot para descobrir. Borderlands 3 é basicamente isso. Borderlands 3 consegue superar todos aqueles filhos que citei no começo do review com um ar nostálgico, retrô. É uma experiência antiga em uma resolução nova, além disso, você realmente se apega ao mundo, aos personagens e fica mergulhado no conteúdo do jogo.

E mesmo no núcleo do jogo, que é atirar, não tivemos uma mudança significativa desde o Borderlands 2. Você atira nas coisas, vê os números surgirem, coleta o loot e equipa seu personagem. E isso é um ponto positivo. O que realmente faz a diferença é a quantidade de armas que existem, é interessante customizar seu personagem com tantos acessórios e itens que modificam o estilo de jogo. Você se verá viciado em coletar mais e mais itens e isso é sensacional.

E quem busca conteúdo, pode comemorar: ao conferir sua lista de side missions e atividades, você verá que Borderlands 3 vai tomar muito do seu tempo. Ainda que a história principal seja o ponto focal, Borderlands 3 te desafia a ir além e a lidar com os modos multiplayer como o Proving Grounds e os Modos Mayhem. O jogo ainda foca em loot e progressão, mas você pode escolher um caminho totalmente diferente. É impressionante como isso acaba se tornando uma progressão natural para o jogador.

Para quem não estava acreditando, devo dizer que Borderlands 3 é um jogo bastante interessante. É aquilo que os fãs esperavam e mereciam. Um loop infinito de atirar e recolher loot, algo que faz com que essa franquia seja realmente boa. Enquanto as demais empresas lutam para capturar esta sensação, Borderlands 3 faz isso com charme e magia. Recomendado!

Nota 9010
Review | Borderlands 3



Comentários