Comentários

Na esteira dos ataques do fatídico 11 de setembro, os Estados Unidos decidem combater a ameaça do terrorismo. Steve Rogers, o Capitão América abraça também essa causa e parte para a guerra ao terror. Porém, os terroristas estão atacando mais uma vez a nação americana e a missão do Sentinela da Liberdade é impedí-los de obter sucesso.


Antes de continuar: Participe do nosso grupo de Whatsapp e receba ofertas diárias de Quadrinhos com desconto. Para participar, basta clicar aqui!


capitao01
John Ney Rieber (Tomb Raider, G.I. Joe) teve um dura missão de trazer mais seriedade as histórias de Steve Rogers relançadas aqui sob o selo Marvel Knights. Só que 11 de setembro aconteceu e o roteirista teve que lidar com esse fato em sua história. Para tanto, ele dedicou o primeiro arco de sua passagem no novo título do Capitão ao tema. Aqui vemos um Steve Rogers refletindo a todo momento sobre os ataques sofridos pelos EUA, as motivações dos terroristas e as consequências dos ataques. Apesar de parecer, a principio, uma história bastante nacionalista, ela não o é, ainda que de uma maneira geral a análise seja feita apenas sob a ótima americana, ou seja, a de que o seu país e apenas ele, é o exemplo de terra de justiça e liberdade no mundo.

capitao02

Um ponto que deveria ter sido melhor trabalhado é o vilão e suas motivações que no cômputo final ficaram bastante aquém de tudo o que foi mostrado na história até o confronto final. Talvez pelo texto conter tantas reflexões do Capitão América tenha faltado desenvolver devidamente o inimigo e os seus motivos para odiar a terra do tio sam.

Na arte, John Cassaday (Planetary, Surpreendentes X-Men) faz um trabalho fantástico, seu traço é simples, porém detalhista e transmite de maneira ímpar as emoções de Steve Rogers ao longo da história e ainda consegue ser bastante dinâmico nas cenas de ção. As cores de Dave Stewart só vem a somar e contribuir para a excelente arte dessa história.

capitao03

Assim, ainda que a história de Capitão América – O Novo Pacto tenha ficado devendo, a leitura é agradável podendo ser apreciada por fãs veteranos do Sentinela da Liberdade tanto como por leitores ocasionais ou novos.

capitao04

O encadernado da Salvat também contem a origem do Capitão América e um texto no qual John Ney Rieber fala sobre 11 de setembro e O Novo Pacto.



Comentários