Comentários

Existe um nível de hype para obras de uma desenvolvedora como a Arkane Studios e sua série de Dishonored. O jogo original e seus DLCs são fantásticos. A sequência é igualmente bem feita. Assim, os fãs ficaram ainda mais empolgados com ‘Death of the Outsider’, que deveria ser um pináculo, um clímax para a série. Ao invés disso, temos um game que tem pouca relação com a história original.

Diferente dos DLC The Knife of Dunwall and Brigmore Witches, Death of the Outsider não parece expandir o universo de uma forma significativa. Depois de 4 ou 5 horas que são necessárias para completar o jogo, fica uma sensação estranha no jogador. Apesar dos fãs de Dishonored 2 terem a oportunidade de ver uma reintrodução e explicação de Billie Lurk, personagens como Daud parecem não serem tão bem desenvolvidos aqui. Para um estúdio que escreve tão bem, que criou um universo tão interessante, este DLC é o mais fraco.

Uma das coisas mais legais de Dishonored 2 é o seu level design e suas áreas diferentes. Algo que você não vê por aqui. Não tem algo tão legal como a Clockwork Mansion, o que deixa uma sensação de que o jogo não foi muito bem inspirado. Com apenas 5 missões, reusando os mapas do jogo principal, esta expansão deixa muito a desejar. Em um jogo sobre exploração, não tem muito recheio para aproveitar aqui.

Embora o sistema de combate seja o mesmo que o do jogo principal, foram adicionadas poucas habilidades e armas para usar com Billie Lurk. 3 habilidades no total, uma que é bem similar com a de Blink. Ela permite se mover ao longo do mapa com teleporte. Existem alguns aspectos diferentes também. Se você teleportar para um inimigo, você irá matá-lo, mas também irá se machucar. É algo interessante para a mecânica da habilidade. As outras duas tem muito a ver com o modo stealth do jogo. Elas permitem que você olhe as áreas antes de chegar nelas de fato. Existem vários Bonecharms para serem encontrados no mundo com missões similares às do jogo principal. Você terá várias maneiras de enfrentar cada missão e múltiplos objetivos paralelos para alcançar. A missão principal é bem familiar, mas existe um novo sistema de contratos. isso permite que você explore mais com Billie Lurk e enfrente diferentes desafios fora da história principal.

Porém, esta adição não faz com que a expansão seja atraente o suficiente, principalmente em relação aos demais DLCs da série. Não há um sentimento de progressão com Lurk. Os 5 níveis são, na verdade, 3 ambientes. No fim, Death of the Outsider parece mais um anti-clímax para uma série espetacular. É a Arkane apenas ficando em sua área de conforto, sem trazer grandes novidades para os fãs.

É difícil falar isso sobre uma série tão boa. Vale dizer que o jogo principal é espetacular e merece ser jogado por todos os jogadores do mundo. Entretanto, esta expansão não traz a mesma qualidade. 



Comentários