Comentários

Far Cry 5 chegou às lojas virtuais e físicas e o game segue uma certa identidade da franquia, com exceção de Far Cry Primal, assim, a série continua apresentando os vilões mais psicopatas dos games. Enquanto isso, nós somos levados a explorar um mundo aberto e ganhamos a liberdade de escolher a forma de jogar. Vendo por esse lado, até parece que Far Cry 5 não poderia surpreender, mas as coisas não são tão simples.

A verdade é que Far Cry 5 é o jogo mais realista da série. A narrativa é focada em cima de um policial novato que acompanha um xerife para prender Joseph Seed, o líder de uma seita religiosa, responsável por controlar Hope, uma pequena cidade. Porém, a verdade é que eles não controlam a cidade usando a ‘palavra’, mas força, drogas e uma doutrinação insana. Como todo bom vilão da série, Joseph Seed é excêntrico e maníaco. Ele usa o livro de Apocalipse para pregar o fim do mundo, alegando que a chegada do nosso avatar é a abertura do primeiro dos Sete Selos que iniciam o fim do mundo. Depois da tentativa de prisão dar errado, você acaba encontrando a resistência local, que te ajudará a derrubar o vilão.

O mundo do jogo é dividido em 3 regiões, ainda que pareça pouco, o mundo é bem grande. Existem algumas diferenças no jogo a partir de qual área você escolhe jogar primeiro. Cada região é liderada por um dos Seeds. Jacob, um soldado, controla a região Norte. Faith lida com o leste. Enquanto John controla o Oeste. Você precisa derrubar os líderes de cada região para chegar em Joseph e libertar Hope da influência maligna da seita. Depois de completar a sequência de abertura, acredite, você pode ir para onde quiser em Far Cry 5. Pode atacar a região que escolher e vencer os líderes na ordem que quiser. Ainda que existam algumas diferenças de gameplay em cada região e também nos objetivos, o resultado é similar. A diferença mesmo está nas pessoas que você encontrará na história e nas missões paralelas.

Existe um número bom de coisas para fazer. Você pode resgatar moradores de Hope, que foram feitos reféns da Seita, pode pegar desafios de Outposts do Culto, também pode caçar alguns figurões da seita. Além disso, o jogo conta com várias missões paralelas que podem ser completadas em cada região. Completar cada um desses desafios, ajuda a preencher um medidor de resistência. Quanto mais atividades você realizar, mais pontos de resistência irá ganhar. Assim que o medidor da região estiver completo, você será capaz de confrontar o boss daquela área.

Você também recebe várias recompensas ao realizar esses desafios e quests. É possível recrutar um time de especialistas que irão se juntar à sua causa. Assim temos 6 personagens humanos com habilidades únicas e 3 companheiros animais que também possuem suas vantagens. Se algum deles morrer em combate, não se preocupe, pois eles podem respawnar. O legal mesmo é que o jogo é cheio de detalhes. Várias ideias são herdadas dos demais jogos da série, como ter a chance de caçar animais. Além disso, Hope é uma região bastante viva, pois é repleta de personagens com histórias interessantes. Algo que surpreende bastante.

A Ubisoft soube trabalhar bem em Far Cry 5, aproveitando o melhor que já foi desenvolvido para a franquia. Ao invés de manter a estrutura de missões de Far Cry 4, que era voltada para o single player, Far Cry 5 permite que você e um segundo jogador possam se unir para realizar as missões. Assim, outro jogador acaba te ajudando como se fosse um personagem de IA. Mas vale dizer que apenas o jogador ‘anfitrião’ é que completa as missões neste caso.

Já no multiplayer, Far Cry 5 também traz melhorias. Graças a um sistema chamado Far Cry Arcade, é possível participar de missões solo ou cooperativas. O modo reúne características de diferentes jogos da Ubisoft, incluindo mapas e construções. Você pode editar os mapas com algumas ferramentas bem complexas. E o sistema parece até terapêutico, dá pra passar horas por lá.

Far Cry 5 também não decepciona no conteúdo. É possível gastar entre 30 a 40 horas na campanha e ainda não ver tudo que existe no jogo. A área de Hope é bem bonita e guarda diversos segredos, que farão com que os jogadores se empenhem em explorar cada pedacinho de chão. Um grande ponto positivo é qualidade das Cutscenes, sendo uma mais incrível que a outra. Algumas são bem fortes e isso certamente irá agradar os fãs da franquia.

No fim, a Ubisoft fez exatamente o que tem feito nas sequências mais recentes: usar o que funcionou melhor nos games anteriores e achou espaço para implementar novidades que são muito bem vindas. Far Cry 5 é um acerto tão grande quanto o novo Assassin’s Creed. O jogo traz uma ótima história, com uma bela narrativa e ainda se mostra mais ambicioso do que vários de seus antecessores. Se você ainda não jogou nenhum game da franquia, este é um ótimo ponto para começar. Far Cry 5 é, sem dúvida, o melhor jogo da série Far Cry.



Comentários