Comentários
FTWDmain2

Todos sabem, gostando ou não, que “The Walking Dead” é a queridinha da emissora AMC. A série baseada nas histórias em quadrinhos de mesmo nome por Robert Kirkman, bate recordes de audiência, faz números impressionantes mesmo para um canal fechado. Sendo assim, é óbvio que a AMC não vai largar o osso tão cedo e vai aproveitar ao máximo o que puder desse universo.

Assim já era esperado que mais cedo ou mais tarde surgisse um spin-off da série. E eis que chega “Fear The Walking Dead”, a nova empreitada da AMC aproveitando o hype dos zumbis, que funciona mais como uma espécie de “prequel”.

Mas será que vale a pena? Já não basta acompanhar as aventuras de Rick, Michonne e cia? Precisamos de mais?

No começo de TWD “acordamos” junto com Rick Grimes no hospital quando ele saiu do coma. E, junto com ele, já encontramos o mundo devastado e totalmente tomado pelos andarilhos. Mas como tudo começou? Como foram os primeiros dias após o surgimento dos zumbis?

326967

Tentando preencher essa lacuna chegou a nova série “Fear The Walking Dead”. Ao contrário da sua série mãe, aqui vemos o início do que um dia será o apocalipse zumbi. É bem diferente ver todos levando uma vida normal e as ruas de Los Angeles cheias de pessoas que sequer imaginam o que o futuro as reserva.

Acompanhamos a vida de Madison Clark (Kim Dickens), seus filhos Nick (Frank Dillane) e Alicia (Alycia Debnam-Carey) e o padrasto das crianças, Travis (Cliff Curtis). A família tem uma vida conturbada devido ao vício em drogas do filho Nick, um típico garoto problemático. E aí que tudo começa: Nick passa por uma experiência onde ele não tem certeza se é real ou se é fruto de alucinação. Mortos ressuscitando? Comendo cérebros? Quem vai acreditar nisso? Junto com Nick acompanhamos o início da saga dos andarilhos.

326897

Acredito que a série, assim como a original, não pretenda desvendar as causas das origens dos mortos-vivos. Mas sim mostrar os primeiros dias, a população ainda incrédula diante de fatos inexplicáveis. Nesse ponto a série consegue sim valer a pena, tendo um diferencial em relação a TWD. São pouquíssimos zumbis no episódio piloto mas vários momentos tensos onde ficamos aguardando as aparições deles. Curioso que um simples mendigo na rua ou um velhinho no leito de morte passam a nos assustar, já que esperamos a todo momento que alguém se torne zumbi. Mas aqui tudo ainda é muito discreto e, juntamente com a família de Madison e Travis, poderemos acompanhar de perto como tudo começou.

Observações e comentários:
– será que um dia lá numa temporada futura (a série já tem duas temporadas garantidas) teremos a chance de encontrarmos Michonne, Rick ou algum dos nossos queridos personagens?
– concordam que Gloria é a zumbi mais gata até hoje vista nesse universo?
– quem assim como eu ficou o tempo todo esperando o velhinho no hospital virar zumbi?

Fear The Walking Dead é exibida todo domingo às 22h no canal AMC.



Comentários