Comentários

Faz um ano desde que Kingdom Hearts 3 saiu e o jogo passou por updates que tem refinado o game e transformado em uma experiência mais completa e satisfatória. Entretanto, faltava algo no game e a nova DLC veio preencher esta lacuna.

Com Re:Mind, Kingdom Hearts oferece um novo episódio com novidades para o gameplay. Re:Mind só fica acessível com um save file de um jogo terminado e existe uma boa razão para isso. Este DLC tem laços com os eventos finais de Kingdom Hearts 3, logo, você verá muitos spoilers.

Re:Mind começa diretamente após o final no Keyblade Graveyard. Depois de derrubar uma organização inteira com Xehanort, Sora tenta trazer Kairi de volta. Depois de pensar um pouco, Sora encontra a resposta em viagem no tempo e possessão. Seu espírito volta no tempo e vê outros personagnes através da batalha do Keyblade Graveyard. Enquanto isso, é uma ideia legal, também leva a uma reciclagem de conteúdo antigo.

Praticamente, você jogará a conclusão do jogo base novamente. Ainda que existam novas cutscenes, a maioria do que você verá nesse DLC será algo antigo. Você ainda experimentará novos eventos e poderá explorar Scala ad Caelum do jogo base. Exstem tesouros para encontrar e gastar um bom tempo resolvendo puzzles. O DLC adiciona umas 4 horas de jogo.

Uma coisa legal é que você pode assumir o controle de outros personagens através da história. Você terá também a opção de trocar o controle de personagens e ver a batalha a partir de suas perspectivas. Jogar com outros personagens é a melhor forma de conseguir um bom desafio contra inimigos. Afinal, os atributos e level de Sora são mantidos neste DLC, o que acaba reduzindo a tensão do jogo. Os personagens convidados são colocados em um nível que deixa a luta mais desafiadora.

A história é bem o que você poderia esperar de Kingdom Hearts. Tem muito para aflar sobre sombras e luz, habilidades impressionantes e várias cenas incríveis.

As interações de personagens seguem o modelo do jogo principal. Os personagens de Final Fantasy estão de volta e possuem alguns pontos interessantes para levantar discussões. Além disso, ao invés de responder antigas perguntas, este DLC acaba dobrando a quantidade de teorias. Loog, Re:Mind é um ponto importante para o futuro da série e não há grandes revelações aqui.

Depois de completar a história do episódio, você sentirá algo familiar. Se você gostou do tom das grandes batalhas de Kingdom Hearts 3, este DLC será sua praia. Agora, você tem a chance de lidar com cada membro da Organização individualmente. Os bosses foram totalmente retrabalhados, aumentando o desafio.

Sim, este DLC é bem difícil, já que você precisará lutar bastante para obter a vitória. Kingdom Hearts 3 já possui um belo sistema de combate, que ficou ainda melhor com o DLC, dando a oportunidade de aproveitar o sistema ao máximo.

Entretanto, se você não gosta de dificuldade, Re:Mind oferece a opção Fast Pass, que modifica o jogo, te dando coisas como auto-block e health regen, para que o jogo fique mais fácil. Por outro lado, também temos o Black Code, que desabilita habilidades e drena sua vida constantemente, além de reduzir sua defesa. Isso faz com que o jogo fique EXTREMAMENTE difícil.

Há também o modo Data Greeting, que é basicamente uma expansão do photo studio. Você pode preencher a foto com personagens e mudar suas expressões. Tem muitas opções de personagens, objetos, filtros e lugares que você pode utilizar. Este modo é uma bela evolução do modo foto do jogo base, pois aumenta a personalização e deixa você gastar um bom tempo nosso.

Por fim, podemos dizer que Kingdom Hears 3 se tornou um jogo melhor com Re:Mind. É uma chance de mergulhar nas mecânicas do jogo e aproveitar belas batalhas. Enquanto o conteúdo poderia ser maior, o DLC oferece um bom fator replay e é bem satisfatório também no ponto de vista da história, já que coloca pontas para serem resolvidas no futuro. Vale a pena e mal posso esperar pela próxima adição.



Comentários