Comentários

Quando a Bethesda anunciou que uniria a Avalanche Studios e id Software para Rage 2, muitos ficaram empolgados. Afinal, a Avalanche Studios tem um ótimo histórico com mundo aberto, enquanto a id Software é expert em FPS. Agora, finalmente o jogo saiu e podemos ver o resultado deste ‘casamento’. Confira nosso review:

Em Rage 2, você joga como o último Ranger, chamado Walker. Os Rangers eram um time de mercenários no mundo pós-pós-apocalíptico de Rage 2, que devem proteger a terra contra um exército de mutantes chamados de ‘Authority’. O líder deles é o General Cross, o pior inimigo dos Rangers. Seu objetivo é encontrar, confrontar e matar o General, mas para isso, você tem que tentar criar uma aliança com 3 diferentes facções, que te ajudarão a atacar a base Authority. Se você está procurando por uma narrativa mais profunda, esqueça: Rage 2 é ação, diversão e muito tiro. A história é leve e ela precisa ser assim.

Sim, aqui temos um mundo aberto cheio de atividades para realizar. Você pode correr em eventos, atacar acampamentos de bandidos e dominar comboios inimigos. Porém, o jogo brilha mesmo no velho e bom bang bang. Se você gostou de DOOM de 2016, Rage 2 vai ser adorável para você. Afinal, temos inúmeras armas e power-ups disponíveis.

A combinação de diferentes armas e habilidades te permitem lutar de várias formas diferentes. A ideia é matar inimigos o mais rápido possível, enquanto coletamos munição para manter a festa. Power-ups e habilidades proporcionam algumas situações interessantes.

No mundo do jogo, temos um verdadeiro playground para quem curte um tiroteio insano: são inúmeros postos avançados que guardam novas armas, habilidades e outras recompensas que farão seu jogo ficar ainda mais divertido.

Além disso, você também precisará viajar para encontrar os 3 principais personagens e começar o ‘Project Dagger’, que permitirá que você confronte o líder da Authority. O primeiro deles é John Marshall, que tem atividades focadas em combate. O segundo é Loosum Hagar, que se concentra em Engenharia. Por último, temos o Dr. Kvasir, que foca em Nanotrites. Você verá cada uma dessas atividades em seu mapa, quanto mais você as completa, mais progride em determinada facção.

Claro, isso faz com que o jogo se torne bem linear, além de curto em certo aspecto. Afinal, caso você queira, é possível chegar ao fim com apenas 3 a 4 missões por personagem principal (12 no total). Basicamente, você pode finalizar o gameplay em umas 8 horas, claro, sem explorar o jogo por completo, apenas tentando fechar a história.

É claro que você pode buscar todas as modificações de armas, upgrades de veículos, novas armas, habilidades de combate e chegar muito mais longe e demorar muito mais nisso. Existem skins para desbloquear, cheat codes que alteram o jogo e ainda uma arena para se divertir. Ou seja: é um jogo que pode proporcionar inúmeras horas de diversão, caso você queira isso.

Na parte estética, podemos dizer que Rage 2 é um jogo lindo. Desde desertos até pântanos, Rage 2 consegue trazer vários e belos cenários. Além disso, é incrível o detalhamento que deram para os veículos e para as cenas violentas do jogo. Você pode ver seus inimigos sendo desmembrados de uma forma surpreendentemente elegante. Por outro lado, há o fato de que as interações com os NPCs são extremamente limitadas, apesar do ser um mundo aberto, ele realmente não parece estar ‘vivo’.

Ainda assim, Rage 2 é repleto de personagens interessantes que você conhecerá ao longo da campanha e que te darão uma noção de como é viver em um mundo assim. Infelizmente, não existem encontros aleatórios e nem grandes eventos comuns em jogos de mundo aberto, o que faz com que a imersão sofra um pouco.

Não me entenda mal, o jogo é bem divertido, mas seria interessante que ele aproveitasse melhor a proposta de mundo aberto que ofereceu. De toda forma, Rage 2 é um shooter incrível que traz um sistema de combate interessante e que te convida a testar novas coisas.

Veredito

No fim das contas, Rage 2 nasceu para ser um game divertido que é recheado de absurdos e violência gratuita. Neste aspecto, ele é muito bem sucedido. Um pouco mais de trabalho na narrativa seria interessante, pois faria com que o mundo fosse mais atraente. Mas para quem busca apenas diversão e muito tiro, Rage 2 é um jogo mais do que perfeito. 



Comentários