Comentários

O lançamento de um novo jogo da FromSoftware é algo esperado com muita empolgação e hype. Todos desejam saber se o jogo será tão desafiador quanto os anteriores, todos querem saber se ele se encaixará naquilo que os jogos anteriores já estabeleceram. Todos querem saber se teremos um mundo rico e interessante para explorar. E eu posso dizer que Sekiro: Shadows Die Twice faz tudo isso. O jogo é uma verdadeira evolução daquilo que a FromSoftware fez no passado, com a adição de elementos modernos.

Baseado no fim da era Sengoku, Sekiro: Shadows Die Twice conta a história do Lobo de Um Braço Só, um shinobi que dedicou sua vida para proteger um jovem garoto que é rodeado de mistério. Depois de falhar em sua missão, o garoto é sequestrado e o protagonista é deixado à beira da morte. Graças ao esforço do Escultor, você volta à ativa com o uso de um braço protético, dando novas habilidades que você precisará usar para salvar seu mestre.

Assim, a FromSoftware te joga em um mundo em que o stealth é parte importante da exploração, além do combate. Você começa explorando uma área pequena, aproveitando os telhados e árvores ou apenas seguindo o caminho para assassinar tudo que aparecer. Logo, você aprenderá que Sekiro não é um jogo igual aos demais.

Sekiro te desafia a descobrir suas mecânicas enquanto você joga. Isso inclui o fato de que os inimigos podem te matar com facilidade, incluindo os mais aleatórios. Por sorte, você sempre pode voltar à vida usando sua habilidade de ressurreição.  O combate em Sekiro é bem diferente do que vemos nos outros jogos da desenvolvedora. Ele se baseia em um timing preciso, paciência e estratégia. Cada inimigo tem um padrão para que você analise, servindo como um puzzle e usando seu moveset, você pode explorar os efeitos de cada movimento.

As lutas consistem em uma ação de espada contra espada ou espada contra criatura. Jogadores podem atacar, defender, esquivar ou pular. Diferentes tipos de ataque requerem diferentes tipos de táticas e aprender o que funciona melhor é um dos charmes de Sekiro. As lutas podem durar alguns segundos ou se esticarem por minutos. Obviamente, se você quer evitar a morte, é melhor ser mais ninja e atacar das sombras.

Sekiro: Shadows Die Twice não é um game de stealth, mas é bem perto disso. O Stealth é a chave para a vitória, se esgueirar por trás do inimigo te garante um golpe mortal. E este é um dos focos do jogo, mas você pode lutar normalmente.

Há também os bosses do jogo, que mostram que o jogo é extremamente difícil, algumas vezes consegue superar os seus antecessores do estilo Soulsborne. Jogos difíceis são ótimos e esta é uma das especialidades da From Software. Em Sekiro, temos basicamente dois tipos de gameplay: combate/Stealth ou luta de bosses. Vale dizer que Sekiro não tem uma curva de aprendizado, sua dificuldade praticamente serve como um mestre para o jogador.

Para quem é viciado em bosses, eu diria que a melhor parte do jogo é o estilo ninja de matar os inimigos. Você também pode explorar cada um dos níveis, subir em árvores. Basicamente, Sekiro é tudo aquilo que os fãs do estilo Soulborne queriam.

Veredito

Sekiro: Shadows Die Twice é a verdadeira expressão da filosofia adotada pela FromSoftware. E os anos serviram de muito aprendizado, algo que foi muito bem aplicado neste jogo. É um jogo que pode causar frustração para quem não está acostumado com dificuldade, mas que também pode causar horas de diversão para quem já conhece os jogos da FromSoftware. Altamente recomendado!

Você pode comprar o jogo, com desconto, clicando aqui!



Comentários