Comentários

Híbrido entre terror e ficção científica de Ridley Scott lançado em 1979, Alien, o Oitavo Passageiro não apenas catapultou a carreira do diretor, mas também se tornou um elemento básico no cinema de ficção científica ao mesmo tempo que gerava uma franquia completa de filmes.

Mais recente capítulo dessa série, Alien: Covenant não impressionou o público e nem surpreendeu em bilheteria, mas ganhará uma continuação com Scott. Em entrevista à Entertainment Weekly, o cineasta confirmou a notícia, revelando que a trama mudará de tangente.

“Sim, estamos fazendo outro. Acho que o que temos que fazer é gradualmente nos afastar do material alienígena.”

Scott defendeu sua posição.

“As pessoas dizem que precisamos de mais alienígenas, de mais coisas agarradas no rosto e mais explosões do peito, então coloquei muito disso em Covenant e se encaixou bem, mas acho que se quisermos repetir, precisamos encontrar outra solução mais interessante. Inteligências artificiais estão se tornando muito perigosas e, portanto, mais interessantes.”

O diretor já havia declarado que pretendia usar inteligências artificiais em um novo capítulo, e desta vez citou um bizarro experimento do Facebook para explicar seu ponto de vista.

“Eles juntaram duas inteligências artificiais e elas estavam se comunicando. Já inventaram uma linguagem interessante! E não conseguiram decifrar qual era o idioma, então tiveram que desliga-las. O que foi dito? Elas já podem ter implementado algo que não conhecemos.”

Ainda não se sabe quando o novo Alien chegará aos cinemas. Foi revelado durante a época de divulgação de Alien: Covenant que o roteiro de uma continuação já estava escrito. Ridley Scott deve retornar à direção.



Comentários