Comentários
the-flash-john-wesley-shipp

John Wesley Shipp possui um histórico notável quando se trata de Flash. Na televisão, o ator interpretou Barry Allen no antigo seriado do herói durante a década de 90, cancelado com apenas uma temporada. Em 2014, retornou à televisão no papel de Henry Allen, pai de Barry (que desta vez, é interpretado pelo jovem Grant Gustin) na série The Flash, que segue fazendo um enorme sucesso. E para a surpresa de muitos, ainda interpretou o velocista Jay Garrick no final da 2ª temporada, revelado como uma versão alternativa do pai de Barry vindo direto da Terra-3 e capturado pelo vilão da história, Zoom.

A revelação explodiu a cabeça dos fãs, que ainda possuem milhares de perguntas para serem respondidas (e que provavelmente serão exploradas durante o desenrolar da 3ª temporada). Com isso em mente, Shipp se juntou ao site ComicBook.com para dar uma entrevista sobre o show e conversar cobre o futuro de seu personagem nas telas, fazendo uma comparação com sua versão de Barry Allen dos anos 90: Será que ambos possuem a mesma história?

“Eu percebi que Jay é minha versão de Barry, 25 anos mais velho, essencialmente. Então eu parei e assisti alguns episódios da versão de 1990/1991 para me lembrar do que havia feito. Jay me lembra muito mais meu Barry Allen de 25 anos atrás do que meu Henry Allen. Eu olhei e fiquei surpreso com quanta atitude meu Barry Allen tinha em determinadas situações. Eu voltei e percebi tudo isso e levei adiante 25 anos depois, e tentei amarrar tudo. Acredito que isso também seja divertido para o público – que eles possam notar elementos do meu Barry Allen no meu Jay Garrick.”

Por isso, a relação entre Jay e Barry nos próximos episódios será complemente diferente da que Barry possuía com seu pai, o que promete gerar dinâmicas ainda não exploradas entre estes dois grandes personagens, conforme a afirmação do próprio Shipp. Ele continua, e explica como isso pode funcionar daqui para frente:

“O Barry Allen de Grant Gustin é o velocista do show, então tudo se trata de como as coisas vão afetá-lo. Quando a máscara de ferro é retirada, e ele vê o rosto de seu pai, é como se fossem dois socos pelo preço de um, porque é e não é seu pai ao mesmo tempo. Se a máscara de ferro caísse e fosse Henry com um outro nome, o que seria interessante nisso? Em conjunto com Andrew Kreisberg e Greg Berlanti, queríamos fazer um Jay muito diferente de Henry.”

Veremos como isso será trabalhado a partir do dia 4 de Outubro, quando The Flash voltar à televisão com episódios inéditos.

 



Comentários