Comentários

Na primeira temporada de The Witcher, da Netflix, tivemos um pequeno vislumbre dos poderes de Ciri, provenientes de sua linhagen élfica e que são parte crucial da trajetória da personagem nos livros.

Em entrevista ao ComicBook, a intérprete da personagem, Freya Allan, falou sobre esses poderes e sobre como eles são abordados na produção da Netflix.

Acho que a própria Ciri não parece ver isso como uma oportunidade. Isso acontece por puro medo, e acontece para permitir que ela seja protegida de alguma forma, mas acho que ela não vê isso necessariamente como algo que a protege. É bastante sombrio e aterrorizante, porque ela não sabe como controlar. Tem sido um segredo que claramente foi escondido dela, e isso a assusta. Ela pena: ‘O que mais está sendo escondido de mim? O que mais minha família tem escondido de mim esse tempo todo?’

E também, com um poder tão grande que não pode controlar, ela se preocupa que possa machucar pessoas que ela não quer machucar. E também, isso a faz se sentir isolada, porque ela sabe que é especial. Eu não acho que ela queira necessariamente ser especial. Ela só quer voltar ao que era antes.”

The Witcher gira em torno do bruxo Geralt (Henry Cavill), um caçador de monstros que se livra de enormes pestes por um bom dinheiro. Mutante, ele luta para encontrar seu lugar em um mundo no qual as pessoas frequentemente se mostram mais cruéis do que as criaturas que ele enfrenta.

A primeira temporada já está disponível na Netflix.

Clique aqui para conferir o guia dos livros de The Witcher




Comentários