Comentários

Recentemente, uma teoria envolvendo Tony Stark inundou as redes sociais. De acordo com sites como ScreenRant e ComicBookMovie, Tony Stark do Universo Cinematográfico da Marvel seria adotado, assim como sua contraparte dos quadrinhos.

Nos Quadrinhos…

Para quem não sabe, nas HQs, foi revelado em 2013 que Tony Stark não era filho biológico de Howard e Maria Stark. Na verdade, eles tiveram um filho chamado Arno Stark, que nasceu com uma terrível doença degenerativa, graças à interferência de Howard Stark. Acontece que o bebê foi utilizado como um experimento pelo robô alienígena 451 durante a gravidez de Maria. Ele seria o futuro piloto para o Matador de Deuses, mas Howard descobriu e interferiu. Isso fez com que Arno nascesse incapaz de andar ou falar por conta própria. Seus pais decidiram escondê-lo do mundo e adotaram Tony Stark, sem nunca contar ao filho sobre a adoção.

Depois que Tony descobre a verdade, ele encontra Arno e os dois trabalham juntos para transformar o planeta em um lugar melhor.

Mas e nos cinemas?

Porém, nos cinemas, nada disso foi contado. A teoria que se espalhou se sustenta em uma reação de Tony Stark. Ao voltar ao passado, mais especificamente para 7 de abril de 1970, Tony encontra seu pai na S.H.I.E.L.D.. Howard está segurando um buquê e sauerkraut. Tony então pergunta se Howard teve algum encontro, mas o pai explica que sua esposa está esperando um bebê e ele tem passado muito tempo no trabalho. Naquela hora, Tony arregala os olhos e congela. Essa reação fez com que os sites entendessem que Tony ficou surpreso por descobrir que é adotado, visto que sua data de nascimento é em 29 de maio de 1970, pouco tempo depois desse encontro.

Para a teoria, Tony descobriu que Howard está levando flores para a mulher que acabou de dar a luz, sugerindo que um bebê nasceu um mês antes de Tony Stark.

Mas essa teoria procede?

Este é o problema. Durante a conversa, Howard diz que sua esposa está ‘esperando’, ou seja, o bebê ainda não nasceu. Além disso, a reação de Tony Stark pode ser explicada através de outro ponto de vista:

Tony Stark sempre viu seu pai como um homem frio e os dois tinham uma relação conflituosa. Isso fica bem claro em Homem de Ferro 2 e Capitão América: Guerra Civil, onde vemos Tony interagindo com seu pai através de flashbacks e também através de uma memória. Em Vingadores: Ultimato, Tony é pai de Morgan Stark e está vivendo seu momento como homem de família. Podemos também especular que a reação de Tony se deu por ver seu pai como um homem sempre frio e distante, alheio aos sentimentos de Tony e de sua mãe.

O fato de seu pai se preocupar com a esposa, reconhecer sua ausência, querer se desculpar e ainda conversar sobre paternidade é algo que impressiona Tony Stark e o faz, finalmente, ficar em paz com seu pai. Isso é mostrado logo depois, quando os dois se abraçam e Tony Stark agradece a Howard, causando um sentimento de confusão no avô de Morgan. Tudo se relaciona com a atual condição de Tony, que agora consegue entender o que é ser pai.

Logo, a teoria não tem nenhum argumento sólido ou causa que justifique que Tony seja adotado ou que Arno Stark existe no Universo Cinematográfico da Marvel.



Comentários