Comentários

De acordo com relatório do The Hollywood Reporter, “007: Sem Tempo Para Morrer” se tornou o filme mais caro de toda a franquia do agente secreto. Foram investidos aproximadamente US$ 250 milhões na produção.

Para efeito de comparação, “007: Contra Spectre” teve orçamento estimado em US$ 245 milhões.

O site diz que alguns fatores explicam esse valor: O primeiro deles, sendo Daniel Craig. Como todos sabem, será a última vez que veremos Craig no papel, e consequentemente, seu pagamento também ficou consideravelmente maior em comparação aos anos anteriores.

Efeitos práticos utilizados por Cary Fukunaga também são citados como importantes na conta final. O diretor, ao que parece, tentou não abusar dos efeitos especiais nas principais cenas de ação, algo provado na grande sequência de perseguição gravada na Itália.

Por fim, vale lembrar que Sem Tempo Para Morrer sofreu vários problemas no início da produção, incluindo uma lesão no tornozelo de Daniel Craig. Por conta dos atrasos, era natural que o estúdio gastasse uma quantia inesperada.

“Em SEM TEMPO PARA MORRER, Bond deixou o serviço ativo e está desfrutando de uma vida tranquila na Jamaica. Seu período de paz é curto, pois seu velho amigo da CIA, Felix Leiter, aparece pedindo ajuda. A missão de resgatar um cientista raptado pode ser mais traiçoeira do que o esperado, levando Bond para a trilha de um misterioso vilão armado com uma nova tecnologia perigosa.”

007: Sem Tempo Para Morrer tem direção de Cary Fukunaga (True Detective, Beasts of no Nation) e chega aos cinemas em 8 de abril de 2020.

Além de Daniel Craig, o elenco também conta com Léa SeydouxRalph FiennesJeffrey WrightNaomie HarrisBen WhishawRami Malek e Ana De Armas.



Comentários