Comentários
20141006_ds01

A Playspot é uma pequena empresa de jogos online que está começando a criar seu portfólio. Chegando ao mercado brasileiro com seu lema “Viva como você joga” ela promete ter um diferencial principalmente na interação com a comunidade. E ao que parece começou bem, Divine Souls é oficialmente lançado, totalmente em português e dublado.

O MMO de ação é baseado em missões realizadas em masmorras (ou calabouços) onde você deverá cumprir diversos objetivos garantindo o progresso na história do jogo, ganhando itens, dinheiro e nível.

O game possui quatro classes que podem ser escolhidas na criação de personagens, sendo que o sexo de cada personagem é determinado pela classe. São eles:

Lutadores (homens): Voltado a luta com os punhos e luvas especiais, desfere combos poderosos, possuem muita força e defesa alta.

Retalhadoras (Mulheres): Especialista no uso de espada. Sua arma também pode se transformar em um poderoso chicote em algumas habilidades.

Magas (Mulheres): Utilizam poderosas magias, mas não apenas magia, também possuem pesadas marretas capazes de atirar como um canhão.

Sacerdotes (Homens): Atacam com uma foice e são rápidos nos combos como as Retalhadoras, mas a principal vantagem é que podem curar e restaurar pontos de mana de aliados.

Embora tenha poucas opções para personalização visual, dentro do jogo será possível a compra de itens que alterarão a aparência do personagem, como fantasias, uniformes etc…

20141006_ds05

Após a escolha da classe e aparência o jogador é enviado a sala de treino onde irá aprender os comandos básicos. Não há nada de diferente nem de complicado nestes comandos, qualquer jogador acostumado com FPS e MMO irá achar razoavelmente fácil. As teclas “WSAD” servem para mover-se, o mouse controla a câmera e a direção do personagem.

O botão esquerdo do mouse serve para atacar e o direito para defender, bem básico. Porém cada classe possui habilidades especiais que podem ser colocadas nas barras de atalhos. Essas habilidades funcionam como “especiais” e não podem ser utilizadas de forma repetida, pois possuem tempo de recarga e consomem bastante MP (mana). Além disso, existem os combos que você pode aprender em um campo de treinamento ou ver o manual e tentar diretamente nos mapas de monstros.

Tendo aprendido as habilidades básicas, o jogador será enviado a cidade de Elan Blude, e através de uma quest rápida irá aprender a localização de cada NPC importante, como as lojas de ferramentas e armas, NPC de habilidades, de quests, armazém e etc…

20141006_ds04

Então chega a hora da primeira missão, o jogador vai para o acampamento da floresta onde deverá entrar no calabouço e escolher qual mapa quer ir, cada nível dá acesso a um mapa diferente, e em cada mapa você pode escolher a dificuldade e a forma de divisão de itens. São nestes locais onde as quests serão feitas, dentre derrotar monstros e estourar objetos, vale ficar atento ao que a quest pede, pois pode incluir quebrar fogueiras e cabanas, além de caixas espalhadas pelo mapa. Uma dica é ir à cidade e pegar todas as quests possíveis para só depois ir fazer o calabouço. Os NPCs que possuem quests estão marcados no mapa com sinais de exclamação “!” e interrogação “?”.

Conhecendo o básico você já poderá se aventurar no mundo de Divine Soul, pois daí para frente é só aceitar as quests e enfrentando monstros cada vez mais fortes. A cada nível de evolução do seu personagem, equipamentos são desbloqueados e novas habilidades são desbloqueadas para compra, sim, neste jogo você precisa pagar para ter a habilidade, basta vender os itens que caem dos monstros para conseguir o dinheiro.

20141006_ds03

Minha Opinião:

Divine Souls pode parecer um jogo modesto de inicio, assim que fui jogar a tela de abertura e criação de personagem não me pareceu muito convidativa, houve uma falta de esmero ali que não representa os gráficos reais in-game. Contudo ao adentrar no mundo de Divine Soul percebi que os gráficos são bons, bonitos e principalmente não são pesados.

O Cenário é bem trabalhado e agradável, sem muito brilho e coisas faiscantes que pessoalmente me irritam. Não é um jogo de gráficos de ultima geração, mas a beleza dele não perde para nenhum outro MMO que nós temos aqui no Brasil, dublado e totalmente em português. O que me impressionou foi a capacidade do jogo em se tornar divertido, fiquei meu sábado todo jogando Divine Souls sem ver o tempo passar. Repeti a dose no domingo, assim que consegui uma companhia para dividirmos os calabouços.

20141006_ds02

O jogo até o momento não se mostrou enjoativo, mesmo sendo necessário repetir os calabouços algumas vezes. Existe uma história que você vai desenvolvendo seguindo as quests, ou seja, não é apenas ação. Em pouco tempo consegui desbloquear diversas habilidades e enfrentar chefões sozinho. Talvez o único ponto negativo é a falta de guias e tutoriais em sites e fóruns em português para explicar algumas mecânicas que não consegui aprender de forma rapida.

Meu parecer final é que você deve dar uma chance para Divine Souls, nem que for só para experimentar um MMO de ação. Reserve algumas poucas horas, crie seu personagem e vá fazer algumas quests, garanto que no mínimo será divertido e no máximo, irá perder (ou ganhar) seu final de semana todo, pois não vai conseguir parar de jogar, como foi o meu caso. Vou continuar minha aventura e quando descobrir coisas bacanas sobre este jogo eu volto a falar aqui no “o Vício”.

Site do jogo



Comentários