Comentários

James Gunn foi, sem dúvidas, um dos grandes responsáveis por todo o sucesso do Universo Cinematográfico Marvel, já que além de dirigir os dois filmes de Guardiões da Galáxia, introduziu neles o universo cósmico e personagens extremamente relevantes para os longas seguintes.

Mesmo com todo este sucesso, após polêmicas envolvendo conteúdos relacionados a pedofilia na internet, Gunn acabou sendo demitido pelo estúdio antes das produções de Guardiões da Galáxia 3. No entanto, após algumas conversas, o diretor foi recontratado pela Marvel e está de volta ao projeto.

Apesar disso, ele não esteve presente ontem na premiere (primeira exibição mundial) de Vingadores: Ultimato, que aconteceu em Los Angeles. Em entrevista ao THR, seu irmão Sean Gunn (Kraglin, que Guardiões da Galáxia), explicou o motivo da ausência.

“Sean Gunn diz ao @THR que seu irmão, James, não estará na estreia de Ultimato porque ele está ocupado com outro trabalho. Mas ‘seus pensamentos estão aqui’.”

VEJA MAIS:

Vingadores: Ultimato | Filme é aclamado em primeiras reações: “Palavras não podem descreve-lo”

Em tapete vermelho de “Vingadores: Ultimato”, Scarlett Johansson e Brie Larson utilizam joias inspiradas na Manopla do Infinito

A culminação de 22 filmes interconectados, a quarta produção da saga Vingadores convidará o público para testemunhar o ponto de virada desta jornada épica. Nossos amados heróis entenderão verdadeiramente o quão frágil é essa realidade e o sacrifício que precisa ser feito para sustentá-la.

Vingadores: Ultimato será a conclusão dos 10 anos de narrativa do Universo Cinematográfico Marvel, dando continuidade aos eventos vistos em “Guerra Infinita”. O filme conta novamente com direção dos irmãos Anthony e Joe Russo, e chega aos cinemas em 25 de abril de 2019.



Comentários