Comentários

Pouco mais de um dia após Jason Momoa, o diretor Corin Hardy decidiu explicar sua saída de ”O Corvo”, filme que vem sofrendo com problemas graves no desenvolvimento, e ao que tudo indica, voltará a ser engavetado.

View this post on Instagram

I knew from the off, that the idea of making a new version of The Crow was never going to be for everyone, because it is a beloved film. And I say that as someone in love with it myself. But I poured everything I had into the last 3.5 years of work, to try & create something which honoured what the Crow stood for; from James O’Barr’s affecting graphic novel, to Alex Proyas’s original movie, with great respect to Brandon Lee and with the desire to make something bold and new, that myself, as an obsessive fan, could be proud of. And with @prideofgypsies Jason Momoa, and my amazing team of artists & film-makers, we came SO close. But sometimes, when you love something so much, you have to make hard decisions. And yesterday, deciding it was time to let go of this dark & emotional dream project, was the hardest decision of all. Buildings burn, people die, but real love is forever.

A post shared by Corin Hardy (@corinhardy) on

 

”Eu sabia desde o começo que a ideia de fazer uma nova versão de O Corvo não era para todos, porque é um filme tão amado. E eu digo isso como um apaixonado. Mas eu dei tudo de mim nos últimos três anos e meio, em trabalho, para tentar criar algo que fizesse jus a tudo que eu queria: desde o quadrinho adorado de James O’Barr, ao filme original de Alex Proyas, com muito respeito a Brandon Lee, e o desejo de fazer algo ousado, novo, que eu, um fã obcecado, poderia me orgulhar. E com Jason Momoa, meu tima incrível de artistas e equipe técnica, nós chegamos tão perto. Mas às vezes, quando você ama muito algo, você precisa fazer decisões difíceis. E ontem, decidir que era hora de deixar este projeto sombrio e emocional para trás, foi a decisão mais difícil de todas. Prédios queimam, pessoas morrem, mas amor real para sempre.”

De acordo com Deadline, as saídas de Momoa e Hardy estão relacionadas a diferenças criativas e financeiras com o produtor Samuel Hadida, da Davis Films, que financia o longa.

As filmagens estavam previstas para julho em Budapeste, e ainda não há uma declaração oficial sobre alteração da data de estreia, anunciada para 11 de outubro de 2019.



Comentários