Comentários

A série de Watchmen da HBO trará uma sequência para os acontecimentos dos quadrinhos e nela teremos um novo presidente dos Estados Unidos: Robert Redford será o presidente dos Estados Unidos – ao invés de Ronald Reagan. E o produtor Damon Lindelof explica:

‘Eu tenho algumas reservas sobre várias das decisões criativas que tomamos na série. Eu acho que nenhuma das escolhas foi feita sem ter reservas, conversas e chegar a uma decisão. Eu não posso defender todas as decisões que eu tomei, mas eu posso explicar o motivo delas. Tivemos uma conversa sobre isso, mas é tão claro que o mundo de Watchmen se passa em um mundo alternativo que eu acredito que todos sabem que não estamos falando do verdadeiro Robert Redford. Mais importante: pela forma como lidamos com a história, você não pode culpar Robert Redford por tudo que acontece no mundo. A série diz que ele tem uma ideologia liberal, tal como o verdadeiro Robert Redford, e ele tem boas intenções com a legislação e a América que ele quer criar. Mas isso não significa que funcionou tudo como ele queria. E isso não é culpa dele, mas nossa’

Situada em uma história alternativa em que ‘super-heróis’ são tratados como bandidos, a série Watchmen, do produtor executivo Damon Lindelof (The Leftovers), abraça a nostalgia da inovadora graphic novel original da mesmo nome ao tentar abrir novos caminhos.”

Watchmen estreia em 20 de outubro, no HBO.

O elenco inclui Regina King, Don Johnson, Nelson Tim Blake, Louis Gossett Jr., Yahya Abdul-Mateen II, Andrew Howard, Tom Mison, Frances Fisher, Jacob Ming-Trent, Sara Vickers e Dylan Schombing.

Servindo como continuação da obra de Alan Moore, a série também traz Jeremy Irons interpretando Ozymandias.



Comentários