Comentários

Sim, como o título indica, este volume é baseado no mundo de Juiz Dredd. Nele, o Pastor Cain é o Missionário, um homem que decidiu espalhar justiça e a palavra de deus nas ruínas da Terra Maldita, ao lado de um mutante, que se torna seu ajudante. Juntos, os dois enfrentam um grande inimigo, o Legião, assim, temos uma batalha épica entre o mensageiro de Deus e o campeão do demônio.


Antes de continuar: Participe do nosso grupo de Whatsapp e receba ofertas diárias de Quadrinhos com desconto. Para participar, basta clicar aqui!


A primeira coisa que dá para dizer é que a arte de Frank Quitely é fantástica. Seus painéis são sempre bonitos e não decepcionam. O encadernado é formado por pequenas histórias, embora “Lua de Sangue” seja a principal, visto que é a que dá o título para o material. Um monstruoso experimento mutante, chamado Legião, cai na Terra Maldita e começa a recrutar criaturas para derrubar o missionário. A arte de Quitely deixa Legião ainda mais assustador e grotesco.

Aliás, é inacreditável dizer que Quitely tinha apenas seus 20 e poucos anos ao desenhar este material. Além de todo o seu trabalho magnífico, ele consegue criar cenas que marcam o leitor. Sua arte é surreal e se encaixa perfeitamente na natureza aterrorizante da história. Na verdade, embora o roteiro seja importante, a arte aqui é que faz tudo funcionar tão bem.

Vale dizer que Cain é praticamente um Juiz Dredd religioso. Não leve a mal, isso não é ruim. Na verdade, é interessante como o clima western caiu bem para o mundo de Juiz Dredd. É claro que isso traz algumas coisas esquisitas, visto que Cain parece ser um ser imortal ou muito abençoado, já que ele não morre. E isso é algo que chama a atenção.

De toda forma, esta é uma história divertida e que se afasta bem das histórias de Dredd e traz um pouco do gosto da série “Preacher” da Vertigo, talvez seja apenas impressão, mas é algo que ficou forte na minha cabeça enquanto eu lia a HQ. Afinal, não temos uma real discussão ou crítica política como temos nos demais títulos de Dredd.

No fim, se você curte um bom faroeste e ótimas sequências de ação, não tem como se arrepender de comprar este material. É um encadernado descompromissado e cheio de energia. Vale a pena ler!

Caso você esteja interessado, pode comprar com desconto, clicando aqui.



Comentários