Comentários

Mega Man é uma das franquias mais antigas que existem, com a série ganhando vários spinoffs ao longo dos anos. Enquanto Mega Man X é facilmente a mais conhecida, a coleção Mega Man Zero e ZX ficou menos famosa, já que foi lançada exclusivamente para Game Boy Advance e Nintendo DS. Seguindo as coletâneas que a Capcom lançou para Mega Man e Mega Man X, a empresa soltou o jogo Mega Man Zero/ZX Legacy Collection.

A série Mega Man Zero começou no Game Boy Advance e viu seus próximos lançamentos saírem ao longo dos outros 3 anos seguintes. Ao invés de acontecer ao mesmo tempo que a série X, Mega Man Zero acontece 100 anos depois dos eventos de X, com Zero sendo acordado por um personagem chamado Ciel quando a utopia de New Arcadia fica sob ataque. Para piorar as coisas, parece que X é o líder dos inimigos.

Mega Man Zero foi lançado entre Mega Man X6 e X7, com o gameplay sendo uma mistura do novo e o antigo. Enquanto Zero é melhor conhecido por seu Z-Saber, a série Mega Man Zero introduz algumas armas diferentes para o personagem. De fato, o primeiro jogo começa com Zero tendo apenas o Buster Shot, que é essencialmente a arma de Mega Man. Ele logo recebe seu Z-Saber, além da opção de adquirir armas adicionais do criador de armas do jogo, que inclui o Triple Rod e o Shield Boomerang. Nos jogos seguintes, temos a adição de outras armas no conjunto, incluindo o Chain Rod, Recoil Rod e Zero Knuckle.

Com as armas disponíveis, você será capaz de colocar em um dos dois slots para Zero, o Main e o Sub. O Main é usado com B no Nintendo Switch, enquanto o SUB é o R+B no Switch.

Algo presente aqui é a habilidade de dar upgrade em suas armas. Você não precisa usar nenhum tipo de moeda, mas praticamente, basta usar a arma. Quanto mais você usar o Z-Saber, mais ele vai evoluir. Cada level traz novos perks, tais como Triple Slash e a habilidade d ecarregar sua arma. Vale a pena também investir no seu Buster Shot para melhorar seus ataques, ainda que você use mais o Z-Saber.

Os quatro jogos de Mega Man Zero introduzem um sistema elemental, onde você ganha Element Chips por derrotar certos bosses que você pode então imbuir em suas armas. Para usar os elementos, você deve carregar sua arma, o que requer o leveling já citado antes. Esses elementos podem ser bem úteis contra alguns bosses, seguindo o padrão Mega Man.

A série também introduz os Cyber-Elves, que servem para substituir coisas como o E-Tanks e outros itens. Você os encontra ao longo do jogo, ao derrotar inimigos ou destruir objetos. Os Cyber-Elves possuem diferentes habilidades que podem te ajudar. Alguns são bem mais úteis que os outros, logo, é importante prestar atenção em cada um para saber o que melhor se adequa a você.

Mega Man Zero também tem um HUB que permite que você consiga missões e volte aos antigos stages, mas que agora são populados por inimigos diferentes e bosses.

Sim, este jogo é bem difícil e você tem menos vidas em cada stage. Caso você morra, você terá que recomeçar seu save com a quantidade de vidas que tinha antes. O level de dificuldade é alto até para a franquia, que é conhecida por ser difícil. Mas quem não gosta de um desafio?

Caso você não goste, o jogo também traz um Casual Scenario Mode, que permite que você experimente a história sem toda a dificuldade, além de trazer o Save-Assist, que permite mais oportunidades para salvar o game.

A coletânea também traz os dois jogos da era DS, conhecidos como Mega Man ZX e Mega Man ZX Advent. Eles acontecem 200 anos depois dos eventos da série Mega Man Zero. Em ZX, você pode escolher jogar como Vent ou Aile. É legal que finalmente é possível jogar com uma personagem feminina, ainda mais que a história é a mesma, independente de quem você escolher. A sequência também traz a mesma opção, onde você pode jogar como Grey ou Ashe.

A premissa básica dos dois é que o personagem jogável tem algo chamado de Biometal e você deve coletar mais disso para derrotar os inimigos. Com o Biometal, você pode ter diferentes tipos de armaduras, mas também é possível reverter para a forma humana, que é útil em certas áreas.

Mega Man ZX e ZX Advent mantém muito dos elementos de gameplay que você poderia esperar da série, sendo uma mistura de X e Zero. Tem uma grande mudança também que diferencia estes jogos do restante da franquia: ainda que você ainda possa selecionar missões, esses dois jogos possuem um mapa que te coloca a atravessar diferentes setores que fazem parte de um ampa maior. Ainda que não seja um Metroidvania, você ainda tem que encontrar seu caminho por esses mapas.

Todos os 6 jogos ficam em um menu navegável bem fácil e você pode ficar tranquilo que a adição do Casual Scenario Mode e o Save-Assist irão te abraçar, caso você seja novato na franquia. Aqui também temos o Z-Chaser Mode, que consiste em uma corrida contra fantasmas e traz uma Online Leaderboard. Esta é uma ótima opção pra quem curte um speedrun e também pra quem gosta de competir. Por fim o jogo tem uma Galeria e um Music Player.

Zero é um dos personagens mais legais da franquia Mega Man e é legal que a Capcom tenha lançado essa coletânea. Um item interessante e altamente recomendado para sua coleção.

Nota 9010
Review | Mega Man Zero/ZX Legacy Collection



Comentários